Segundo Kalil, Zema pediu recuo nas medidas preventivas do coronavírus: “preocupado com votos e não com vidas”

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, informou nesta quarta-feira (18), através de suas redes sociais, que o governador estadual, Romeu Zema, o orientou a recuar nas medidas anunciadas na última terça-feira (17) para prevenção do coronavírus. Com isso, o chefe do Poder Executivo da capital mineira disse que irá anunciar na próxima quinta-feira (19), às 12h, as novas medidas que serão tomadas.

E ainda, Kalil disse “Uma pena. Preocupado com votos e não com vidas”, sobre a intervenção de Zema nas medidas anunciadas. O prefeito de Belo Horizonte informou que o governador estadual ligou para ele a fim de orientar a não continuar com as novas providências de prevenção do coronavírus.

Na postagem, Alexandre Kalil disse: “Como o Governo do Estado recuou nas providências que deveria tomar, anunciarei amanhã, 12h, novas medidas. O Governador me ligou. Já tínhamos combinado… Uma pena. Preocupado com votos e não com vidas. Amanhã, Belo Horizonte anuncia suas medidas solitárias.”

Medidas de prevenção do coronavírus em Belo Horizonte

Na última terça-feira, Alexandre Kalil, através de uma live em sua conta do Facebook, anunciou uma série de medidas preventivas para conter a pandemia do Coronavírus. No anúncio feito pelo prefeito de Belo Horizonte, todos os serviços do Poder Executivo da capital mineira estariam paradas até o dia 3 de abril. Entretanto, segundo as próprias falas de Kalil, não seriam férias, mas trabalhar de dentro de casa, e que a ideia é de esvaziar os prédios e evitar aglomerações.

A Prefeitura de Belo Horizonte tinha suspendido eventos públicos e privados, como cinemas, shows, peças de teatros e feiras, a partir desta quarta-feira (18). As escolas municipais também tiveram suas aulas suspensas a partir de a próxima quinta-feira (19).

Além disso, entrada de público nas bibliotecas, memoriais, museus, auditórios, arquivos públicos, centro culturais, equipamentos esportivos e outros locais de uso coletivo também foram suspensos. O mesmo ocorre com visitas no Zoológico de Belo Horizonte. Também hou a suspensão de todo o tipo de alvará.

Coronavírus em Belo Horizonte

Dobrou o número de casos confirmados de coronavírus em Belo Horizonte, segundo o Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) divulgado nesta quarta-feira (18). E ainda foram registrados 266 casos suspeitos da doença e 41 foram descartados.

Em Belo Horizonte há registro de transmissão comunitária da doença, já em Juiz de Fora foi transmissão local. Nas outras cidades, os casos de coronavírus foram contraídos de outros países.

Deixe seu comentário