Show de Dilsinho em Ouro Preto no dia 8 de julho custará R$ 270 mil

0 comment

O dia do aniversário de Ouro Preto será comemorado na Praça Tiradentes com o show de pagode do cantor Dilsinho. O evento marcará os 313 anos de elevação à vila de Ouro Preto. Pelo preço de R$ 270 mil, a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura contratou, por meio da GH Music Produção Musical e Gravadora Ltd., uma hora de show do cantor carioca.

Metade o valor do show já foi pago pela prefeitura de Ouro Preto, já que o contrato previa pagamento de 50% do valor total no ato da sua assinatura, que ocorreu no dia 22 de maio. Os outros R$ 135 mil serão pagos em até cinco dias antes da apresentação.

Show de Dilsinho em Ouro Preto no dia 8 de julho custará R$ 270 mil
Dilsinho - Foto: divulgação

Acesse aqui o contrato assinado entre ao Município de Ouro Preto e a produtora do show.

Gastando bem menos, a prefeitura de Ouro Preto também contratou Luana Camarah, que sobe ao palco da Praça Tiradentes na sexta-feira, 7 de julho. Para esse show, o valor pago foi de R$ 15.500,00, também para um show estimado em uma hora de duração. A artista se apresentou na região recentemente, em outubro, em um evento privado no distrito de Lavras Novas.

Dilsinho

Dilsinho ingressou na indústria da música em 2009, mas foi em 2014, com o lançamento de seu primeiro álbum ao vivo, “Dilsinho Ao Vivo”, que o cantor começou a se destacar no cenário musical brasileiro. Esse álbum marcou o início de uma carreira brilhante, com canções como “A Vingança” e “Maluca Pirada”, que destacaram o potencial de Dilsinho como um talento emergente no pagode.

Em 2016, Dilsinho lançou seu primeiro álbum de estúdio, “O Cara Certo”, e consolidou sua posição como um dos principais nomes do pagode contemporâneo. O álbum apresenta uma mistura harmoniosa de pagode romântico e pop, com letras de amor que ressoam com o público jovem. Canções como “Trovão” e “Refém” rapidamente se tornaram hits e impulsionaram a carreira de Dilsinho para novos patamares.

A ascensão de Dilsinho não parou por aí. Em 2018, ele lançou “Terra do Nunca”, um álbum ao vivo que inclui duetos com grandes nomes da música brasileira, como Ivete Sangalo e Luan Santana. O álbum também inclui o sucesso “12 Horas”, uma balada emocionante que exemplifica a habilidade de Dilsinho de tocar o coração de seus ouvintes com sua voz suave e letras emocionais.

Além de sua carreira solo bem-sucedida, Dilsinho também é conhecido por suas colaborações com outros artistas populares, como Sorriso Maroto e Ferrugem, e por suas apresentações ao vivo, que são conhecidas por sua energia e interação com o público.

Com sua voz distinta, letras profundas e presença de palco carismática, ele captura a essência do pagode romântico e o mantém relevante para uma nova geração de ouvintes. Seu sucesso contínuo é uma prova do poder duradouro do pagode e da habilidade de Dilsinho de reinventar o gênero de uma maneira que ressoa com o público moderno.

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS