O que você procura?


Signos: origem e significados

Os signos do Zodíaco são bastante populares, mas você já se perguntou “como surgiram os signos”? Além disso, “para que servem os signos”? E mais:“as previsões astrológicas são verdadeiras”?

Elis Bohrer 9 de outubro de 2021 às 11:32
Tempo de leitura
36 min
Foto: Canva
Foto: Canva

Os signos do Zodíaco são bastante populares, mas você já se perguntou “como surgiram os signos”? Além disso, “para que servem os signos”? E mais:“as previsões astrológicas são verdadeiras”?

Notícias sobre signos

Pois bem, estas são perguntas que todos deveriam fazer antes de sair acreditando em qualquer horóscopo por aí, pois as respostas, além de contribuir numa compreensão maior sobre o assunto e conhecimento nunca é demais, previne que você seja enganado por alguém que não entende nada sobre signos, mas quer, a todo custo comunicar previsões astrológicas infundadas.

Por este motivo, conhecer a origem, histórias e comportamento de cada signo é importante, assim, além de você se conectar mais intimamente com o seu eu interior, compreenderá atitudes e reações de outras pessoas, que podem muitas vezes, não serem nativos no mesmo signo que você.

Tudo começou na antiguidade, quando houve uma fusão de elementos, eram eles: Astrologia Babilônica, a Matemática Egípcia, o pensamento místico, o pensamento filosófico e a mitologia grega que deram origem ao hoje famoso Horóscopo do Zodíaco.

Tudo sobre os signos do Zodíaco

Áries

Áries é o signo da coragem, da iniciativa, seus nativos são aqueles que, muitas vezes, nem pensam direito, vão lá e fazem, logo eles são, ou se demonstram mais seguros.

Nascidos entre 21 de março e 19 de abril.

Principais características

Um ariano, de maneira geral, e as especificidades de cada um devem ser levadas em consideração, são pessoas muito intensas, que costumam reagir, ao ser injustiçado ou presenciar alguma injustiça, explosivamente.

São intensos quando amam, mas adoram um jogo da sedução em que quando se conquista a “presa” da vez podem perder o interesse facilmente, pois o que gostam mesmo são dos desafios e da conquista.

Comumente o ariano possui personalidade forte, tem olhar apurado e muitas vezes podem confundir situações corriqueiras com armações ou conspirações, são ótimos observadores.

No seio familiar o nativo em Áries pode ser o mais desprendido, é sempre o que mora longe, ou realizar longas viagens, mas nem por isso deixa de amar seus parentes sanguíneos, embora esteja mais propenso a formar novas famílias de amigos por onde passa.

Áries é o signo da coragem, da iniciativa, seus nativos são aqueles que, muitas vezes, nem pensam direito, vão lá e fazem, logo eles são, ou se demonstram mais seguros. Em outras palavras, o ariano pode até sentir insegurança, mas possuem dificuldades em demonstrá-las, podendo compensar em agressividade.

História

O signo de Áries surgiu em uma conturbada família formada por dois jovens, um rei e uma madrasta que odiava os filhos do primeiro casamento do rei. O príncipe Beócia sempre era perseguido pela madrasta que desejava que ele morresse para que então o seu filho herdasse a sucessão do trono.

Para proteger o filho das conspirações a mãe realiza várias orações ao deus Hermes que se compadece e envia um carneiro dourado para resgatar Beócia e sua irmã das garras da madrasta.

Após se ver livre do perigo o príncipe então sacrifica o belo animal aos deuses, a lã do carneiro, que era de ouro passou a ser cobiçada por heróis e nobres.

O carneiro que resgata o príncipe da morte é o símbolo do signo Áries.

Touro

As pessoas que nasceram em Touro costumam chamar a atenção pela beleza, pois são regidos por Vênus. Eles também são muito intensos e amorosos, podendo até mesmo serem um pouco ciumentos, mas nada fora do comum.

Nascidos entre 20 de abril e 20 de março

Principais características

O taurino, geralmente, é muito bem-humorado, ele busca, acima de tudo, a segurança. Necessita estar seguro em diversos aspectos como, trabalho, relacionamento, emocional. A tendência é que quando se sente inseguro em relação a alguma coisa ele paralise e espere as coisas se resolverem sozinhas, não são pessoas de muita ação ou mudança de rotina.

As pessoas que nasceram em Touro costumam chamar a atenção pela beleza, pois são regidos por Vênus. Eles também são muito intensos e amorosos, podendo até mesmo serem um pouco ciumentos, mas nada fora do comum.

Esse ciúme do taurino não está relacionado apenas com as questões amorosas não, eles não gostam que ninguém mexa ou pegue algo que é seu, principalmente comida (risos). Guarde essa dica, o que é de Touro, é de Touro, não encoste!

História

De acordo com os contos gregos, apaixonado pela princesa Europa, Zeus assume a forma de um touro. Tomado pela euforia do amor ele a sequestra e segue rumo a Ilha de Creta, mesmo que ela peça socorro, ninguém a ajuda.

O fruto do romance unilateral é o que nasce pequeno e sensível Minos, mas que futuramente se tornou o soberano de Creta. Além de Radamanto e Sarpedãom seus dois irmãos.

A Ilha de Creta era um lugar economicamente importante, pois se localizava em uma rota estratégica no mediterrâneo, o que gerava grandes lucros para o reino. Foi com estes lucros que Minos construiu o Palácio de Cnossos.

Apesar de todo o desenvolvimento trazido, o governo de Minos ainda era contestado, tanto pelo povo, como por seus irmãos, de quem ele arrancou a coroa. Para se consolidar, Minos pediu ao deus Poseidon, em oração, que lhe enviasse um touro através do mar para que todos crescessem e que os deuses aprovassem seu domínio. Posseidon o fez e um touro branco então emergiu das águas.

Maravilhado com  a beleza do touro, que se assemelhada ao mesmo usado por Zeus para possuir sua mãe, Europa, Minos não o sacrifica aos deuses, antes, o coloca como reprodutor para ter uma linhada de touros do mesmo porte que o enviado pelas entidades.

Minos então sacrifica um touro comum aos deuses o que enfurece Poseidon, pois este não era o combinado.

Para se vingar de tamanho desrespeito, o deus do mar fez com que o touro branco fosse tomado por uma fúria, que prejudicaria o reino. E para além, fez com que a esposa de Minos se apaixonasse pelo touro encantado, que para enganar o touro se vestiu de vaga.

Da consumação da abominável relação nasceu Minotauro, metade touro, metade humano, o que envergonha profundamente o rei Minos, pois era a prova viva da traição de sua esposa e rainha.

Minotouro cresceu e sua natureza bestial veio à tona. Para tentar conter a fera que se alimentava de humanos, o pai, Minos, construiu um labirinto, onde a criatura viveu por muito tempo até que Teseu, filho do rei de Atenas, nação rival de Creta, decidiu matar a criatura.

Essa sequência de touros imbuída na história está associada ao signo de Touro, principalmente o Minotauro, que se conformou em ficar preso no labirinto só se alimentando, o que explica a fama dos taurinos de gostarem de conforto e comida.

Gêmeos

Inteligentes, os geminianos são excelentes negociadores e investidores. Não gostam de trabalhar para os outros, antes montar seus próprios negócios.

Nascidos entre 21 de maio e 21 de junho.

Principais características

Gêmeos é um signo leve que se comunica muito, logo os seus nativos são pessoas que falam bastante, muitas vezes até exageradamente e sem pensar.

Os geminianos gostam de dominar diversos assuntos, por esta razão são bastante curiosos. O que eles não suportam é não dominar um determinado tema e ao ser indagado não conseguir discorrer sobre. Para se safar destas situações, podem até inventar histórias ou fazer “rodeios” simplesmente para não sair como desinformado.

Mas não abatem fácil, são muito tranquilos e serenos. É muito difícil tirar um geminiano do sério, pois são regidos pelo elemento ar, que é mais voltado para o lado racional do que sentimental.

Inteligentes, os geminianos são excelentes negociadores e investidores. Não gostam de trabalhar para os outros, antes montar seus próprios negócios.

Muitas vezes essas pessoas podem parecer mais frias, isso acontece pois morrem de medo de abrir a guarda e perderem um “bem” que consideram o mais precioso de todos: a liberdade.

História

O mito grego para o signo de Gêmeos se baseia na história dos irmãos gêmeos Pólux e Castor. A lenda não é tão complexa quanto as habituais tragédias gregas, mas vale a pena conhecer.

Filhos de Tíndaro e Leda, rei e rainha de Esparta, os irmãos nascem de um fenômeno bem conturbado.

Sabe-se que Zeus não poderia parecer para os humanos em sua forma original, do contrário os humanos que o vissem seriam destruídos pela sua grandiosa presença, entretanto, ele se apaixonou pela rainha Leda, quando a viu se banhar em um lago.

Vendo que havia vários cisnes nadando nas águas calmas, o deus então teve a brilhante ideia de incorporar um daqueles animais, em seguida foi para os braços de Leda e a engravidou.

Ao sair do lago, a rainha se encontrou com seu rei, com quem também namorou.

Para a surpresa de todos, no dia seguinte, Leda, não literalmente, botou dois ovos, que deram origem aos gêmeos Pólux, Castor e mais duas crianças.

Do ovo que foi fecundado por Zeus nasceram Pólux e Helena, imortais. E, o outro ovo que foi fecundado por Tíndaro, nasceu Castor e Clitemnestra, mortais.

Castor e Pólux foram criados para serem guerreiros, crescendo juntos um laço muito forte foi criado entre eles, se davam muito bem. Porém, os dois possuíam habilidades e gênios bem diferentes um do outro.

Depois de grandes, em algum momento da história Castor morre e Pólux leva um susto muito grande, pois havia entre eles aquela conhecida ligação entre irmãos gêmeos.

Sentido muito pela perda de Castor e ciente de quem era filho, Pólux então rogou ao seu país Zeus que trouxesse seu irmão à vida novamente. Comovido, Zeus então faz um `bem-bolado” com o filho. “Castor volta a viver, porém, você, Pólux, passa a revelar os seus dias, sendo um dia em Olimpo e um dia na terra”, propôs o deus.  O filho aceitou o trato.

Essa “flutuabilidade” reflete nos nativos do signo de Gêmeos, tanto pelo fato de os dois irmãos serem diferentes, quanto pelo revezamento de ambiente de Pólux. Mas isso não significa necessariamente que essas pessoas são bipolares, apenas estão em constante mudança. Eles simplesmente não conseguem ficar com a vida estática ou estagnada, sem que aconteça algo novo.

Câncer

Os nascidos em Câncer além de aprenderem a desenvolver insegurança, também se inclinam a se sentirem perseguidos, ainda que ninguém o esteja fazendo, principalmente não são respondidos em tempo hábil.

Nascidos entre 22 de junho e 22 de julho.

Principais características

Extremamente sentimentais, os cancerianos geralmente choram muito, amam muito, sentem muito, tudo relacionado a relacionamentos é exagerado. Eles fazem “tempestade em copo d ́ água” para a maioria das situações, desde amizades até casamentos.

Os nascidos em Câncer além de aprenderem a desenvolver insegurança, também se inclinam a se sentirem perseguidos, ainda que ninguém o esteja fazendo, principalmente não são respondidos em tempo hábil.

Câncer está ligado a basicamente todas as mães protetoras e carinhosas. Desde as águas profundas, os sons que podem ser ouvidos pelos bebês ainda na barriga da mãe, passando pelo aleitamento materno, e a seiva das vegetações. São influências que explicam essa intensidade de sentimentos.  

História

Embora tenha se casado apenas três vezes o deus supremo grego Zeus, se apaixonava com frequência seja por deusas ou humanas. São recorrentes as histórias do deus tomando forma de animais para conseguir conquistar alguma mulher por quem seu coração batia mais forte.

O primeiro casamento de Zeus foi com a deusa Métis, o segundo com Athena e o terceiro e mais conflituoso foi com a deusa Hera, que tinhosa, não deixava barato as escapulidas do deus mulherengo.

Em uma dessas “puladas de cerca” de Zeus, Hera enviou um caranguejo para picar sua perna e impedir que ele consumisse uma paixão e foi o que o animal de água doce fez.

Porém a picada enfureceu o deus grego que imediatamente o matou. Entretanto o bicho conseguiu impedir que Zeus engatasse mais um de seus romances. Grata ao animal, Hera decidiu criar a constelação de Câncer, em homenagem ao caranguejo.

A história nos remete à prontidão das pessoas nascidas sob Câncer em ajudar os outros, bem como ao espírito leal do caranguejo, que também acompanha os nativos em sua constelação.

Leão

O signo de Leão é o mais atrativo e mais charmoso do Zodíaco, pois ele recebe essa influência do Astro Rei. Que também o torna melhor gerenciado e líder. Os nativos deste signo são pessoas muito organizadas e ágeis nas decisões.

Nascidos entre 23 de junho e 22 de agosto

Principais características

Assim como todos os signos do Zodíaco, Leão possui um lado bom e outro ruim. Inclusive, é muito perigoso estereotipar um signo como bom e outro como ruim, todos possuem sombras e luzes.

Geralmente o lado mais sombrio de um signo se dá pela presença da parte ruim do signo oposto, no caso de Leão, o signo oposto é Aquário, então seus nativos absorvem as partes negativas de Aquário.

Regido pelo Sol, o signo de Leão é compreendido, assim como a estrela, como aquele que “não conhece repouso”. Então são pessoas incansáveis, que trabalham muito, possuem muita força física e intelectual. Resumindo, o leonino é aquela pessoa que faz as coisas funcionarem e girarem em torno dele mesmo. Há um magnetismo muito grande que atrai os olhares para ele.

O signo de Leão é o mais atrativo e mais charmoso do Zodíaco, pois ele recebe essa influência do Astro Rei. Que também o torna melhor gerenciado e líder. Os nativos deste signo são pessoas muito organizadas e ágeis nas decisões.

Eles possuem um lado muito alegre que contagia e faz com que as pessoas queiram estar mais próximas deles.

Um dos maiores desafios para o leonino é deixar fluir o seu signo oposto, Aquário. Esse último é um compartilhador e ajudante em exagero, o que para o leonino é difícil, pois ele precisa sair do seu “trono” para aprender a dividir, situação nada fácil para ele. Alguns preferem deixar esse lado na sombra mesmo para permanecerem reinando. Essa é uma escolha pessoal.

História

A lenda do signo de Leão se passa em Micenas, uma pequena e pacata cidade da Grécia, que sob o domínio do rei Anfitrião e rainha Alcmena, vive o surgimento de uma emblemática figura da mitologia.

Zeus desta vez não se apaixona por mais uma rainha mortal, mas, entediado de sua vida soberana, teve a grande ideia de criar um herói que seria o maior dentre todos os heróis.

Analisando as possibilidades, de seu alto monte em Olimpo, o maior de todos avistou Alcmena, quando ela ainda aguardava seu futuro esposo retornar de uma guerra para então consumar o casamento.

Percebendo que a ainda donzela era verdadeiramente apaixonada por Anfitrião, Zeus decidiu que daquela vez não iria se transformar em animal, e sim no próprio Anfitrião.

Ele então entrou no quarto da escolhida, contou, inclusive, detalhes sobre a guerra (que não havia travado), e conseguiu o que queria. Ficou com Alcmena três dias e três noites seguidas. Zeus então retorna para o seu reino Olimpo e o verdadeiro Anfitrião finalmente chega.

Sem conseguir chegar em um consenso, os dois fizeram o que era bem comum fazer em Micenas, consultaram o Oráculo, que desvendou o mistério, contando toda a trama que Zeus havia aprontado.

Furioso, Anfitrião amarrou sua amada em um tronco a fim de incendiá-la, porém Zeus enviou uma tempestade, acompanhada por trovões e Anfitrião entendeu o recado. Ele então volta atrás e fica com Alcmena, que engravida de dois filhos, Hércules, filho de Zeus e Íficles, filho de Anfitrião.

Acontece que em um jantar junto com outros deuses, Zeus decide contar que estava para nascer um grande herói da barrica de Alcmena, só que a sua esposa, a deusa Hera, que era extremamente ciumenta, ouviu tudo.

Para proteger o bebê Hercules da possível vingança de Hera, Zeus pediu que Mercúrio (Deus Hermes) imortalizasse a criança. Porém só havia uma maneira disso acontecer, se o bebê mamasse no seio de Hera. Tarefa difícil, não?

Hermes então esperou Hera adormecer, e como todos dormiam sem roupa, colocou o bebê para mamar em seu seio. Hera acordou furiosa e deu uma bofetada em Hércules, lançando-o longe, o leite voou junto com a criança, inclusive o líquido formou a Via-Láctea.

Hermes leva então o bebê de volta para a sua família, Hércules cresce, se torna guerreiro e em uma de suas tarefas como guerreiro se deparou com um leão que estava destruindo um reino.

Para que Hércules matasse o leão, o rei, que tinha 50 filhas, ofereceu uma filha por noite, referente a cada dia que o guerreiro procurasse o leão. Hércules então engravidou as 50 mulheres. O herói dos heróis conseguiu matar o leão.

Depois disso, por um encanto de Hera, Hércules ficou completamente louco e matou muita gente. Quando voltou ao normal ficou muito arrependido e queria pagar pelos seus pecados, a ele então foram dadas 12 tarefas.

Uma dessas tarefas era matar o Leão de Neméias, que tinha cerca de 5 metros de altura e pele intransponível, sendo assim, nenhuma arma pontiaguda conseguiria matar o forte leão, que muitas vezes, para se esquivar dos ataques, fugia para uma caverna que possuía duas saídas.

Percebendo a tática do leão, Hércules pegou uma grande pedra e tampou uma das rotas de fuga da caverna. Entrou no local escuro, deu uma porretada com um tronco de árvore na cabeça da fera, em seguida montou dele e o matou com as mãos, apertando seu pescoço.

Ele consegue depois disso arrancar a pele do leão e coloca sobre seus ombros e com a cabeça, cria um capacete, tomando a figura do seu oponente para si.

A história tem um simbolismo muito relevante para o signo de Leão, principalmente relacionado a caverna, que é onde o leonino costuma deixar guardados os medos e inseguranças e só visita quando já tem uma estratégia pré-estabelecida para resolver.

Aliás é assim que o leonino resolve todos os seus problemas, são ótimos estrategistas.

Virgem

Os virginianos possuem um senso de justiça sem igual e, embora não pareça, apreciam a paz e a tranquilidade, mas antes, precisa ter a certeza da paridade das oportunidades, daí vem o anseio na perfeição, muitas vezes confundido com narcisismo.

Nascidos entre 23 de agosto e 22 de setembro

Principais características

O signo de Virgem é um dos que têm um estigma que não é dos mais legais. Antes de começarmos a abordar este signo precisamos desmistificar a fama de “cri cri”.

Ele é o único signo do Zodíaco representado por uma mulher. Os gregos identificam a constelação de Virgem com a constelação Astreia. Pensando que os demais símbolos ou são de animais ou da figura masculina, concluímos que o Zodíaco possui uma configuração patriarcal, por isso esse signo precisa ser enaltecido ao invés de estigmatizado como ruim ou chato.

Os virginianos possuem um senso de justiça sem igual e, embora não pareça, apreciam a paz e a tranquilidade, mas antes, precisa ter a certeza da paridade das oportunidades, daí vem o anseio na perfeição, muitas vezes confundido com narcisismo.

Virgem também tem associação com a agricultura e um amor muito grande pela natureza, por isso podem ser os maiores defensores da mãe terra e travarem largas batalhas contra os que tentam destruir matas ou mesmo maltratar animais. Sim, o virginiano é muito sensível, embora não pareça.

Tendem a preferir o meio orgânico do que o artificial, daí vem a palavra Virgem, preferem relacionamentos, estilo de vida, sucesso, de maneira natural, pura, virgem.

São pessoas reservadas e observadoras, que deixam para se expressar no momento oportuno, às vezes nem se expressam, guardam para si suas opiniões.

Então a vida do virginiano vai muito além da arrumação, da mania de dobrar roupas, ou organização, ele está mais ligado em coisas, situações maiores do que o que demonstra externamente. Na verdade, o virginiano que é consertar o mundo, coloca as coisas em seus devidos lugares e por isso sofrem muito.

História

A filha de Zeus e Têmis, Astreia, foi uma guerreira, do ponto de vista mitológico, que depois de ensinar os homens conceitos fundamentais como justiça, paz e o cultivo de plantações.

Quando se iniciou a era, conhecida como Idade no Ouro, Atreia não suportou ver a terra sendo destruída através dos processos de extração realizados pelos homens e optou por morar no céu junto ao seu pai, Zeus.

Ela que sempre andava acompanhada por uma balança, fazia contas e seguia sempre o caminho mais árduo para garantir que ninguém fosse injustiçado na terra.

Porém, houve um acidente em sua passagem da terra para o céu e a deusa que era metade humana e metade entidade se transformou em uma constelação, a que chamamos como Virgem. Ela é a que mais se aproxima de Libra. Que é o próximo signo que vamos abordar.

Libra

O nascido em Libra não gosta de conflitos externos, ele é pacificador, é aquela pessoa que em meio de uma discussão procura ouvir as duas versões e acalmar os ânimos.

Nascidos entre 23 de setembro e 22 de outubro.

Principais Características

Embora seja um signo estereotipado como desarmônico, Libra se apresenta como a continuação da constelação de Virgem, logo, essa desarmonia nada mais é do que a necessidade constante de justiça, que muitas vezes para ser alcançada é necessário que algumas “bagunças” sejam realizadas.

Uma frase muito conhecida do poeta recifense Chico Science, explica esse processo, ele escreveu, “que eu desorganizando, posso me organizar”. É justamente nesse “looping” que o libriano vive, só que ao contrário do virginiano, muitas vezes ele se perde neste percurso, nesse caso o resultado pode ser embaraçoso ou inaceitável até para ele próprio, que precisa ter jogo de cintura para conviver com as “confusões” que cria tentando fazer justiça.

O nascido em Libra não gosta de conflitos externos, ele é pacificador, é aquela pessoa que em meio de uma discussão procura ouvir as duas versões e acalmar os ânimos. Certamente não tomará partido sem antes deixar todos os envolvidos mais relaxados e sem pesar as informações.

Um de seus valores mais importantes é estar bem com as pessoas ao seu redor, essa pode ser a causa deles se apresentarem confusos em determinadas situações, pois são extremamente empáticos.

História 

Simbolizado pela estátua da justiça, que carrega uma balança, a história mitológica de Libra é a continuação da de Virgem, pois a representante do signo é Astreia, deusa da justiça.

Astreia, enquanto humana sofre muito ao ver que os ensinamentos, a paz e a harmonia que ela disseminou no mundo não deu certo. Então os homens começaram a guerrear, destruir a natureza, enfim, fazer o oposto de tudo o que ela acreditava ser o correto.

A deusa, metade mortal e metade imortal possuía um senso de justiça muito forte, por isso deprimiu, pediu exilio a Zeus e depois disso foi constelada junto com sua balança, se transformando então na constelação de Virgem.

A balança é um símbolo inerente à Libra, pois é por ele que os librianos ficaram conhecidos como indecisos, quando na verdade todas as pessoas no fundo são.

O que ocorre em Libra é um medo constante em cometer alguma injustiça, prejudicando, assim, a vida de outras pessoas.

Escorpião

Regidos pela água e pelo planeta Plutão, os escorpianos são intuitivos, sinceros, amigos leais, apaixonados, fortes e investigadores, ciumentos esse último não podemos negar.

Nascidos entre 23 de outubro e 21 de novembro

Principais características

Algumas balelas ditas sobre os escorpianos precisam ser combatidas, são elas:

  • eles não são pessoas más, apenas dizem a verdade;
  • não são vingativos, apenas buscam por justiça e
  • são explosivos dependendo da ofensa.

Pronto, agora que pontuamos essas questões podemos iniciar nossa análise sobre o signo de Escorpião, o 8ª signo do Zodíaco.

Regidos pela água e pelo planeta Plutão, os escorpianos são intuitivos, sinceros, amigos leais, apaixonados, fortes e investigadores, ciumentos esse último não podemos negar.

O que mais pode perturbar um escorpiano é a presença de plutão em seu signo, que associada a algumas situações pode ser combustível para ataques de fúria.

O nascido em Escorpião não explode por qualquer coisa, como é divulgado. Por serem sentimentais, encontram dificuldades para lidar com rejeição, seus próprios erros ou se alguém estiver lhes perturbando eles vão lá e resolvem logo, nem que seja no grito.

A maioria deles possui instinto protetor, então estão sempre empenhados em manter as pessoas que amam seguras. O que acontece é que essa proteção, muitas vezes, pode ser exagerada.

História

Filho de Poseidon (Netuno), o deus das águas, com Gaia, a deusa da Terra, Órion era considerado o gigante dos gigantes. Do pai herdou o poder de andar sobre o mar, e da mãe o porte físico muito grande.

O gigante deus se apaixonou por Perséfone, uma mortal da Grécia Antiga. Ela se achava a mulher mais linda tanto entre as mortais, como entre as deusas, acreditava que era mais bonita que Hera, por exemplo, esposa de Zeus, que matou a jovem grega, empurrando-a de um alto monte.

Órion então sofreu muito pela perda de sua amada. Sem sentido, começou a peregrinar pela Terra até chegar na Ilha de Chios, onde conheceu Mérope, uma princesa que tocava flauta às margens do mar.

Os dois se apaixonaram, entretanto, o rei e pai de Mérope, Enopião, conhecido também por introduzir o vinho tinto na cultura greco-romana, se opunha ao romance e embriagou Órion com um de seus vinhos.

Premeditado, o rei esperou o gigante adormecer para o cegar com uma espada e expulsá-lo de seu reino. Mesmo sem enxergar e com a ajuda de uma criança, o grandalhão conseguiu chegar até o Sol Nascente, onde foi avistado pela deusa Aurora que se apaixonou à primeira vista e decidiu o ajudar.

Também conhecida pelos dotes artísticos, a deusa usou seus dotes para devolver a visão à Órion. Porém, Órion não estava tão apaixonado assim pela deusa, não demorou muito para que ele partisse rumo a novas aventuras e se consolidasse como um gigante caçador de grandes feras.

O gigante conheceu a também caçadora Ártemis, que na mitologia também é conhecida como deusa Ana. Porém, os dois tiveram apenas uma amizade, caçavam juntos pela floresta, ela nunca se interessou pelo caçador, que cultivava um amor oculto pela deusa, inclusive, chegou a tentar algo a mais enquanto ela dormia, porém, como possuía porte físico de caçadora, ela conseguiu se desvencilhar de Órion.

Habituado a esmagar grandes bestas, Órion não temia a nada, até que em suas andanças pelas terras de Delos, se deparou com um imenso escorpião, maior do que qualquer animal que o deus já havia matado, sendo maior, até mesmo, que o próprio Órion.

Houve boatos entre as ruínas gregas que a própria Ártemis teria enviado o animal para se vingar do assédio que Ório tentara contra ela. Já os deuses mais relacionados com os animais, disseram que Gaia, a própria mãe do gigante enviou o animal para contar o ego do filho que consecutivas vezes disse que a Terra não era capaz de criar um bicho que fosse páreo para ele.

O escorpião e Órion travaram uma incansável batalha, até que o gigante foi acometido por um golpe mortal do animal que foi o grande vencedor.

O escorpião continuou a golpear Órion com sua cauda venenosa, mesmo depois de morto, foi necessário que Zeus intervisse. Impressionado com a força do animal, o deus dos deuses então decidiu o levar para Olimpo, transportando também para a sua dimensão o gigante morto.  

Ambos, escorpião e Órion foram transformados em constelação, porém em posições opostas no céu, para que nunca pudessem se encontrar.

O fenômeno das duas constelações pode ser percebido. Com a chegada da primavera o brilho das estrelas de Órion desaparece do céu, e quando chega o outono é a vez do Escorpião sair de cena.

É dentro desse contexto que os nativos no signo do Zodíaco Escorpião estão inseridos. A história explica diversos porquês da vida emocional dessas pessoas. Além da alteração de humor que tem muito a ver com o conflito das duas constelações, eternamente rivais.

Sagitário

O sagitariano de forma geral sempre se destaca no campo profissional. Além de ser diferente, ele é muito esforçado e focado em seus objetivos.

Nascidos entre 22 de novembro e 21 de dezembro

Principais características

Sabemos que na mitologia grega, podemos encontrar seres que neste plano seria impossível existir. O Centauro, que é um desses seres, representa o signo Sagitário.

O sagitariano de forma geral sempre se destaca no campo profissional. Além de ser diferente, ele é muito esforçado e focado em seus objetivos.

Esses nativos são híbridos e difíceis de desvendar. É complicado saber o que se passa dentro da cabeça de um sagitariano e ele também não faz muita questão de expor. Contudo, uma coisa é fato, os seus dois lados estão sempre focados em um ideal que vai para além do seu entorno.

Os nascidos em Sagitário pensam grande, seus planos na maioria das vezes estão acima do que todas as suas questões pessoais, condições e até mesmo estatísticas.

São aquelas pessoas que fazem as coisas mais improváveis, e detalhe, com perfeição.

São pessoas também que possuem um lado mais frio para as relações humanas, justamente por esse foco no trabalho ou objetivo. Nem por isso devem ser vistos como pessoas más, apesar de, muitas vezes, se disponibilizarem para quase tudo para conseguir o que querem.

História

Existem dois mitos para a existência dos centauros, vamos no ater a apenas um deles que se conecta com Quíron, um ser metade homem e metade cavalo, fruto de um romance extraconjugal do deus Saturno com uma mulher chamada Filira.

Por causa de sua abominável forma física, sendo da cintura para cima homem e da cintura para baixo, cavalo, Filira abandonou o filho, quando ainda era bebê, que acabou sendo adotado pelo deus Apolo.

Durante sua criação no monte de Apolo, Quíron aprende muitas coisas, inclusive, domar seu instinto animal, a arte da guerra, do arco e flecha e principalmente a arte da ciência. Para a surpresa de muitos o ser se transforma em um grande médico, sendo admirado por todos os deuses.

Quíron então montou uma espécie de escola, onde todos os guerreiros da mitologia grega passavam. Certa vez, lecionando para Hércules e outros personagens mitológicos, começou uma briga entre os alunos.

O atrapalhado Hércules então pega o arco e flecha e sem querer acerta Quíron. O maior problema é que o alquimista havia colocado veneno irreversível na flecha. Como ele era imortal, o veneno abriu uma grande ferida aberta que lhe causava muita dor. Então o veneno ficava circulando em seu corpo e a ferida ficava exposta.

Para se livrar da dor, Quíron preferiu morrer, então rogou aos deuses que levasse sua vida, mas em troca livrou um amigo que também sofria.

Achando a atitude de Quíron muito nobre e em agradecimento pelas suas contribuições científicas, Zeus resolveu então o homenagear com a constelação de centauro.

A vida do centauro fala muito sobre o medo da rejeição que o sagitariano corriqueiramente sente.

Outra questão que merece análise é a ferida, mostrando a dificuldade das pessoas sob Sagitário em superar seus traumas.

Capricórnio

O capricorniano é uma pessoa que demonstra muita força, que podem ser observadas através da firmeza das patas da cabra ao subir montanhas, porém em seu íntimo, o lado intuitivo e sensível do peixe.

Nascidos entre 22 de dezembro e 20 de janeiro.

Principais características

Com constelação representada por uma cabra montanhesa que tem rabo de peixe, o signo de Capricórnio também pode ser entendido como híbrido. Com um “pé” na água e outro na terra.

O capricorniano é uma pessoa que demonstra muita força, que podem ser observadas através da firmeza das patas da cabra ao subir montanhas, porém em seu íntimo, o lado intuitivo e sensível do peixe.

Aparentam ser pessoas frias, porém são muito amorosas e dedicadas a quem ama de verdade. Até porque não gostam de perder tempo com nada. A vida do sagitariano é no tempo dele, tudo para ontem. Ele tem pressa.

Nativos em Capricórnio são extremamente responsáveis. Não gostam de brincadeiras bobas e não tem muita paciência com aquilo que lhe rouba tempo se lhe entregar resultados em troca. Ele é um eterno “construtor”, que sempre vai querer alcançar um nível profissional acima do seu. E pauta a sua vida em conquistas.

Esse exagero no que se refere ao sucesso financeiro e profissional atrapalha um pouco a sua vida social, sentimental e familiar, pois nunca sobra tempo para viver fora do trabalho.

Embora não pareça, ele vive se cobrando sobre isso, o que ocasiona conflitos internos horríveis que em longo prazo se transformam em insônia e angústia.

História

Conta a lenda grega que quando era bebê Zeus mamou em uma cabra chamada Amaltéia, com quem futuramente teve uma filha, Pã.

Durante um conflito político dos deuses em que Tifão se levantou contra Zeus, para tentar se proteger, Pã correu para o Rio Nilo, e a partir deste momento a cabra passou a ter cauda de peixe.

Antes disso Pã era conhecido pelos deuses como uma cabra que possuía características bem intrigantes, por ser filha do deus supremo a cabra conseguia conversar em latim, porém andava sobre quatro patas e sua forma física era totalmente de cabra.

Ela era muito inteligente e ligada às questões da matemática e física. Porém se sentia inferior às demais entidades por causa da sua aparência.

O fato de Pã ser conectada com a matemática explica porque Capricórnio é um signo que, semelhante a Virgem, procura por perfeição em tudo o que faz. Entretanto, no fundo são inseguros e carentes.

Aquário

Aquarianos precisam trabalhar mais o lado da segurança, pois quando estão autoconfiantes, ninguém segura eles.

Nascidos entre 21 de janeiro e 18 de fevereiro.

Principais características

O aquariano é uma pessoa muito amigável, de muitos relacionamentos sociais e amorosos. Ele costuma cativar as pessoas, pois está sempre alimentando de alguma maneira, seja com amor, conhecimentos, ou com convites para festa, ou entregando presentes, enfim, é uma pessoa que, grotescamente falando, é mão aberta.

Como o signo de Aquário tem como elemento natural o ar, ele está constantemente envolvido em questões filantrópicas, ou seja, relacionadas a doações, solidariedade ou causas semelhantes.

Ele possui muita consciência do coletivo e é um ótimo intermediador.

Todo aquariano está também muito aberto para ideias novas. Ele adora mudanças, a ideia de futuro, de modernidade, contemporaneidade, inclusive as tecnologias são fortes atrativos para eles. São aquelas pessoas que compram os aparelhos celulares que lançam.  

Em contraponto, ele sofre muito, pois pensando demais nos outros, acaba se esquecendo de si mesmo. Na maioria das vezes não recebe de volta todo o carinho e dedicação que entrega e isso lhe dói, ainda assim ele não desiste da humanidade.

Aquarianos precisam trabalhar mais o lado da segurança, pois quando estão autoconfiantes, ninguém segura eles.

História

A mitologia de Aquário tem a ver com mais uma das confusões aprontadas por Zeus.

Hebe, deusa da juventude e filha de Zeus com Hera, exercia uma importante função no céu para servir o néctar da imortalidade aos deuses. Entretanto, em um certo dia, atrapalhada como o pai, a jovem tropeçou em um jarro com o leite sagrado que esparramou todo pelo chão.

Todos os deuses acharam engraçada a situação embaraçosa de Hebe, menos Zeus que a destituiu do cargo.

Com uma esposa ciumenta como era Hera, Zeus foi proibido de colocar uma de suas concubinas na função. Então teve a ideia de colocar ao invés de algum deus um humano.

O deus olhou para a Terra e viu Ganimedes, um pastor de ovelhas e harpista muito bonito, tido como o mortal mais belo da mitologia. Há rumores de que Zeus teria se apaixonado pelo pastor, mas não há narrativas literárias que confirmem a tese.

Zeus acreditou que Ganimedes seria perfeito para cuidar do néctar, ambrosias e banquetes dos deuses, além do mais ele achava que ele era belo demais para viver entre os reles mortais. Então enviou sua gigante água à Terra que raptou o rapaz.

Após subir aos céus, o belo foi imortalizado e também se tornou deus. Porém Hera sentia muito ciúmes do rapaz. Além disso, os pais terrestres sentiam muitas saudades dele. Se compadecendo do sofrimento dos pais e para evitar que Hera causasse algum dano à Ganimedes, Zeus decidiu transformá-lo na Constelação de Aquário.

Os aquarianos são pessoas que também se destacam pela bela beleza. Eles não são vaidosos, mas possuem um brilho e charme especial, que atrai muitos olhares.

Peixes

Astrólogos acreditam que pelo fato de Peixes ser o último signo do ciclo Zodíaco ele é a síntese de todas as constelações. O que pode refletir em sua sensibilidade que é característica emblemática para o signo.

Nascidos entre 19 de fevereiro e 20 de março.

Principais características

Dois peixes nadando em direções opostas e unidos por um cordão, simbolizam a união de lados opostos e que é possível viver bem com o outro mesmo que ele seja completamente diferente.

O pisciano comumente tem muito esclarecimento de suas sombras e luzes, ele conhece bem o seu lado bom e ruim e trabalha nos dois da melhor forma o possível, sempre buscando evolução e no outro o que falta nele. Razão pela qual Peixes é visto como o signo do Zodíaco mais evoluído.

Realmente o pisciano “mata a charada” muito cedo. Pois, nasce querendo se auto conhecer e compreender antes de compreender o mundo, ao mesmo passo em que conhecendo mais do outro, conseguindo se desvencilhar de traços negativos em si para absorver o que ele compreende como bom aprendizado.

Além do mais, os piscianos possuem uma característica muito marcante, a humildade, que é o grande “pulo do gato” da vida.

Astrólogos acreditam que pelo fato de Peixes ser o último signo do ciclo Zodíaco ele é a síntese de todas as constelações. O que pode refletir em sua sensibilidade que é característica emblemática para o signo.

Isso explica o motivo do pisciano chorar tanto, amar muito, se compadecer muito do outro, sentir raiva em excesso, enfim, ele possui dualidades, essa dupla face do bem e do mal que ele faz questão de mostrar, diferente dos demais signos que escondem. É como se Peixes carregasse o cúmulo de todos os signos.

História

Peixes é regido por Netuno, também conhecido pelo nome de deus, Poseidon, o rei das águas. Entretanto, o signo não possui uma história mitológica para a sua criação. O surgimento de Peixes é um verdadeiro mistério para os estudiosos da astrologia, contudo existe uma tese de que o deus teria se apaixonado pela ninfa Anfitrite que pelo fato de não amar Poseidon fugiu para as profundezas do mar.

O deus então conclama todos os seres marítimos a encontrar sua amada. Ela é achada por um golfinho que a convence a se casar. Ela aceita e se torna então a rainha do mar, porém, o seu coração sempre foi apaixonado por um humano.

O mais curioso é que a constelação de Peixes é a mais extensa.

Então Anfitrite circula entre os humanos e os deuses marítimos. A partir disso, compreendemos a vida dos piscianos que parecem compreender as mais variadas perspectivas, pois passeia nos mais variados ambientes.

Última atualização em 11 de outubro de 2021 às 17:55