Suspeito do assassinato de Ingridy Cristina é preso

Um homem de 24 anos de idade foi preso nesta segunda-feira (17) sob suspeita de ter matado a menina Ingridy Cristina Zacarias Borges, de 10 anos. O crime aconteceu em Furquim, distrito de Mariana (MG).

De acordo com informações da polícia, o homem é ajudante de serviços gerais.

Após desaparecimento, o corpo da criança foi encontrado na última sexta-feira (14) por populares a 2 km de onde vivia com a família. Após ser identificado pelo pai, o corpo de Ingridy foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Itabirito (MG), onde passou por necrópsia. As primeiras informações são de que havia marcas de enforcamento no pescoço da menina.

Ingridy foi sepultada na manhã desse domingo (16). Após o seu enterro, a população de Furquim realizou uma manifestação em solidariedade a família da vítima e em protesto contra a falta de segurança pública no local. Com cartazes, dezenas de pessoas realizaram passeata pelas ruas do distrito. O crime chocou o distrito onde vivem cerca de 1.500 pessoas.

O suspeito preso será investigado pela polícia, ele está em prisão temporária, ou seja, pode ser solto dentro de cinco dias caso o seu envolvimento no caso não seja provado.

A polícia continua realizando investigações, inclusive recebendo o depoimento de algumas pessoas do distrito.

Segundo informações de uma moradora do local que não quis se identificar, antes da polícia realizar a prisão, a população estava com medo de ser qualquer pessoa “a polícia tem vindo todos os dias em diferentes horários, mas como não tem ninguém saindo de casa por medo, não temos muitas informações aqui sobre a prisão”.

“A gente não imagina uma situação dessas nem em cidades grandes, imagina em um distrito pequeno como Furquim, é muito assustador para nós todos”, disse a moradora em entrevista ao portal Mais Minas.

Ingridy completaria 11 anos em abril deste ano.

Deixe seu comentário