Teatro de bonecos ganha apresentação virtual no Circuito Cultural UFMG

Por Rodolpho Bohrer
0 comment

Um teatro de bonecos inspirado na arte oriental do Butoh e nas reflexões do período de pandemia. “Diálogos com a morte” é o primeiro trabalho realizado pela união de Carolina de Pinho e Leandro Marra, e tem estreia marcada para quarta-feira, dia 5, pelo Circuito Cultural UFMG #emcasa. A apresentação virtual terá lançamento às 19h no www.youtube.com/culturaufmg, e ficará disponível no canal para quem não puder acompanhar a estreia. A realização é da Diretoria de Ação Cultural da UFMG. 

A história retrata a conversa entre uma mulher e a personalização da Morte. No diálogo, elas se questionam sobre relações íntimas entre “as mortes de si mesmas em vida e as vidas geradas por mortes”. “A morte é ainda um tema tabu em nossa sociedade que, nesse momento, tem estado extremamente presente, trazendo inúmeros questionamentos e reflexões, que motivaram a criação desse espetáculo”, explicam os criadores da peça, que foi montada durante a pandemia. 

A inspiração veio de artistas e pensadores como Antonin Artaud, Friederich Nietzsche, Kazuo Ohno, Ingmar Bergman, Gonzalo Arango, Georges Bataille, dentre outros. O texto traz ainda influências do Butoh, arte dramática japonesa que mistura dança, mímicas e expressão corporal.  A arte oriental é estudada por Carolina de Pinho, doutoranda em Artes da Cena pela UFMG, onde atualmente pesquisa o Butoh de Takao Kusuno. Fora do ambiente acadêmico, ela atuou no teatro documentário Territórios (Teatro 171) e no espetáculo Variáveis Ocultas (Campanha de Popularização do Teatro e da Dança), para citar seus trabalhos mais recentes. 

A direção do espetáculo é partilhada com Leandro Marra, que oferece à dramaturgia toda sua experiência de 19 anos como ator-manipulador, criador de bonecos, iluminador e fotógrafo em teatro e animação. Entre alguns de seus principais trabalhos estão as premiadas peças De banda pra lua (Grupo de Teatro Armatrux) e Som das Cores (Cia Catibrum). Ele também construiu os bonecos premiados pelo Prêmio SHELL, do espetáculo Marina (Cia Pequod). 

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS