22.5 C
Belo Horizonte

spot_img

Rodoviários paralisam no Vale do Aço, mas voltam a circular após chamada para negociação

Rodolpho Bohrer
Rodolpho Bohrerhttps://maisminas.org
Sócio proprietário e fundador do Mais Minas, além de graduando de Engenharia de Controle e Automação e Jornalismo. É redator de cidades, tecnologia e política.

Sem o reajuste salarial de 2019, rodoviários do Vale do Aço paralisaram na manhã de hoje (20). A medida foi tomada devido ao atraso nas negociações com as empresas responsáveis pelo transporte (Saritur, Autotrans e Univale).

Após o ocorrido, as empresas concessionárias convocaram os representantes dos trabalhadores do transporte coletivo para uma reunião às 14h de hoje (20), em Ipatinga. Em seguida, os ônibus voltaram a circular. Gradualmente, os coletivos ocuparam as linhas que fazem o transporte entre os bairros.

A data limite para o fechamento de acordo era primeiro de março, mas não ocorreu. Segundo a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Coronel Fabriciano (Sintrrocel), é esperado um avanço na negociação de hoje. A única proposta feita pelas empresas até então, foi do congelamento dos salários e benefícios, como ajuda de alimentação, plano de saúde, participação nos lucros e outras cláusulas econômicas.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: