UFOP suspende atividades acadêmicas até o fim de março

A Universidade Federal de Ouro Preto anunciou, nesta terça-feira (17), a suspensão das atividades acadêmicas até o final do mês de março. A decisão foi tomada após uma reunião extraordinária do Conselho Universitário da UFOP, que avaliou o funcionamento da Instiuição e as medidas a serem tomadas por indicação do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus. Além disso, também foram avaliadas a declaração de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e as últimas orientações do Ministério da Saúde.

Além das atividades acadêmicas da graduação, pós-graduação e extensão, a UFOP também informou a suspensão imediata dos restaurantes universitários, bibliotecas, dos museus e do cinema; da realização de eventos institucionais e do afastamento de servidores para viagens. Já as defesas de tese de mestrado e doutorado, algumas pesquisas e atividades extensionistas não poderão ser adiadas por conta dos prazos já estabelecidos.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Sérgio Aquino, destacou que não é uma paralisação total, já que “parte dessas pesquisas desenvolvidas na Universidade são voltadas ao combate a doenças, criação de vacinas e medicamentos”.

E ainda, a Universidade solicita que não hajam festas e outras formas de aglomeração, e ainda, é indicado que os estudantes retornem às suas residências. Quanto aos servidores, ainda há a avaliação da possibilidade da interrupção dos trabalhos.

A reitora da UFOP, Claudia Marlére, que esteve na entrevista coletiva feita pelo prefeito de Ouro Preto, Júlio Pimenta nesta terça-feira, ressaltou que a suspensão das aulas não está relacionada com o cancelamento do semestre.

Casos suspeitos de coronavírus em Ouro Preto

prefeito de Ouro Preto, Júlio Pimenta, fez uma coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (17), para anunciar as medidas preventivas contra a pandemia do coronavírus. Dentre as medidas adotadas pela prefeitura foi a suspensão das aulas nas escolas municipais a partir da próxima quarta-feira (18), por tempo indeterminado. Também será oficializado um Comitê Técnico Coronavírus para trabalhar em medidas de confronto com a doença.

Ouro Preto tem quatro casos suspeitos de coronavírus e que seguem aguardando o resultados dos exames. O prefeito de Ouro Preto disse que é inevitável que o vírus chegue até a cidade histórica. “É importante adotar medidas de combate ao vírus antes que ele se propague pela nossa comunidade. Inevitavelmente, sabemos que ele chegará, mas temos que evitar ao máximo a sua disseminação, protegendo a nossa população”, disse Júlio Pimenta.

Casos suspeitos de coronavírus em Mariana

A Prefeitura de Mariana divulgou, nesta terça-feira (17), que são cinco casos suspeitos de coronavírus no município, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. Ainda de acordo com o comunicado, os casos são monitorados pela Secretaria de Saúde conforme o Protocolo disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde e os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar

Descrição dos casos suspeitos:
1º caso – Homem, 45 anos, com histórico de viagem Alemanha, República Tcheca e Hungria
2º caso – Mulher, 40 anos, com histórico de viagem Alemanha, República Tcheca e Hungria
3º caso – Mulher, 22 anos, com histórico de contato com paciente suspeito com viagem realizada anteriormente.

Casos novos:
4º caso – Mulher, 20 anos, com histórico de viagem a Alemanha.
5º caso – Mulher, 22 anos, com histórico de viagem a Israel.

Comentários