UFOP suspende calendário acadêmico por tempo indeterminado devido ao coronavírus

A Universidade Federal de Ouro Preto votou, na última terça-feira (24), pela suspensão do calendário acadêmico por tempo indeterminado devido à pandemia do coronavírus. A reunião contou com o Conselho de Enino Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFOP e a decisão foi encaminhada pelo Conselho Universitário (Cuni).

A suspensão do calendário acadêmico da UFOP veio depois da interrupção das atividades presenciais, que foi votada pelo Conselho Universitário (Cuni) na última semana. Com a nova resolução, ficam suspensas também as atividades remotas dos cursos de graduação e pós-graduação.

Já em relação às atividades de pesquisa e orientação dos cursos de graduação e pós-graduação da UFOP, assim como as defesas, irão ser mantidas. A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade publicou uma portaria com as recomendações para realização das defesas das teses.

Ações de combate ao coronavírus

A Universidade Federal de Ouro Preto se uniu com a cidade histórica para montar um Comitê de Enfrentamento do Coronavírus. O grupo se reuniu com a Secretaria de Saúde de Ouro Preto para discutir estratégias de integração para ações de prevenção, avaliação e tratamento.

Uma das ações é a montagem de uma estrutura para atendimento médico na antiga fábrica de tecidos da cidade, que será o ponto de referência das ações direcionadas às pessoas com suspeita ou com necessidade de tratamento quanto o coronavírus. A estrutura já começou a ser montada e foi solicitado que a UFOP verifique as formas de contribuir com a disponibilização de insumos e de profissionais para o atendimento.

Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e outros profissionais estarão atuando em regime de escala. A previsão é do funcionamento iniciar no máximo até 7 de abril, quando é projetado o pico de contaminações. Inicialmente, foram disponibilizadas 500 unidades de máscaras cirúrgicas, 100 unidades de máscaras do tipo PFF2 e 800 toucas.E também foram doadas 200 máscaras para a Santa Casa da Misericórdia.

Comentários