Veja a lista de candidatos já confirmados para concorrer à prefeitura de Itabirito

Nesse domingo (13), o jornal itabiritense Radar Geral apurou o resultado da maioria das convenções partidárias que definiram o rumo das eleições municipais de 2020 em Itabirito. Em resumo, quatro nomes, incluindo o do atual prefeito, estarão no pleito. Confira:

Anteriormente (em 5/9), as convenções do Cidadania, PROS, PCdoB, PMN, PSDB, PDT e PSCdecidiram pelo apoio às reeleições do prefeito Orlando Caldeira (Cidadania) e do vice Dr. Elio da Mata (também do Cidadania).

PSL (Partido Social Liberal) e o PT (Partido dos Trabalhadores), neste domingo 13/9, em convenções, também decidiram apoiar o atual prefeito.

PTB, PV, PL, PSD e Republicanos – a convenção destes cinco partidos, que aconteceu neste sábado (12), decidiu pelo apoio a Wagner Melillo (PTB) para prefeito, e Sebastião Antônio da Silva (o Tião Cabeção), do PL, para vice-prefeito. A escolha do vice foi considerada uma surpresa nos bastidores da política de Itabirito.

Avante e Solidariedade  estes dois partidos, durante convenção que aconteceu no domingo (13/9), decidiram pelo lançamento da candidatura do vereador Ricardo Oliveira (Avante) para concorrer à prefeito de Itabirito. A surpresa, nos meios políticos, foi a escolha do candidato a vice: Ezio Pimenta (também do Avante).

UP – o partido Unidade Popular pelo Socialismo, em sua convenção realizada neste domingo (13/9), lançou Sara Boratti para prefeita, e Thomás Toledo para vice-prefeito, ambos do UP. Anteriormente, o nome cogitado no partido para vice era de Sérgio Luís Kiko.

MDB – durante convenção que aconteceu neste sábado (12), o Movimento Democrático Brasileiro, de Itabirito, decidiu liberar seus filiados. Portanto, na convenção, foram lançados os candidatos a vereador, que estão liberados para ficar neutros ou para apoiar qualquer candidato a prefeito. Trata-se de uma decisão que já era esperada nos meios políticos.

PSOL – o Partido Socialismo e Liberdade, de Itabirito, decidiu não apoiar nenhum candidato a prefeito, lançando somente candidatos a vereador durante convenção no sábado (12). Diferentemente do MDB, o PSOL não liberou seus membros para dar apoio a qualquer nome que disputará a Prefeitura. Inclusive, o secretário de Esportes Raphael Rondow, filiado ao PSOL, está suspenso do partido e apoiará o atual prefeito de Itabirito.

Fonte: Radar Geral  

Limite de gastos eleitorais

Nas eleições municipais de 2020, cada candidato à prefeitura de Itabirito pode gastar até 777.312,72 com sua campanha eleitoral. Já um candidato a vereador poderá gastar até R$ 18.784,42.

Os valores para os candidatos de todos os municípios brasileiros foram divulgados no último dia 1º pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Trata-se de um limite legal de gastos, que deve ser obedecido pelos candidatos. Quem desrespeitar os tetos fixados pagará multa no valor equivalente a 100% da quantia que ultrapassar o teto, e também pode ser investigado por abuso do poder econômico.

Como Itabirito não tem mais de 200 mil habitantes, não há segundo segundo turno nas eleições municipais.

Comentários