Mais Minas
Portal de notícias de Minas Gerais

Vereadores aprovam destinação de recurso para construção de 10 leitos de UTI em Mariana

A Câmara Municipal de Mariana aprovou, na última reunião remota, ocorrida na segunda-feira, dia 18 de maio, a destinação de mais de seis milhões de reais, de origem de indenizações das empresas Vale, Samarco e BHP Billiton, sentenciadas pela Justiça do Trabalho (petição civil nº PetCiv 0011947-68.2019.5.03.0069) para as secretarias municipais de Saúde e de Desenvolvimento Social e Cidadania. Desse valor, R$ 3,5 milhões serão destinados para a construção de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Monsenhor Horta.

Durante a reunião, o vereador Juliano Duarte defendeu o Projeto de Lei dizendo que ele foi elaborado ela Secretaria Municipal de Saúde, e que também abarca a aquisição de equipamentos e imobiliário para a Saúde, e que o plano de trabalho, encaminhado ao TRT, e aprovado pela instituição, seria iniciado assim que o legislativo municipal desse o aval.

O vereador Bruno Mol disse que em uma live realizada há dias, o prefeito Duarte Jr. e o secretário de Saúde haviam anunciado que Mariana não precisava ter UTI, e que esse era um posicionamento político contra a sua posição em favor da Saúde do município, já que uma semana depois o Executivo encaminhou esse Projeto para construção dos leitos. O vereador também criticou o fato desse ser o primeiro recurso que Mariana consegue do TRT, já que outras cidades estavam sendo contempladas com os recursos das indenizações e que Mariana não estava recebendo sua parte.

Comentários do Facebook
você pode gostar também