14º Festival de Verão UFMG divulga agenda de eventos culturais

Festival acontece entre 3 e 6 de fevereiro

A 14ª edição do Festival de Verão UFMG será realizada entre os dias 3 e 6 de fevereiro, no Centro Cultural UFMG (Avenida Santos Dumont, 174, Centro) e no Centro de Referência da Juventude (Rua Guaicurus, 50, Centro). Durante esses quatro dias, o público da capital pode conferir uma intensa grade de programação, com aulas abertas, apresentações teatrais, espetáculos de dança, exposições, performances, entre outras. Todas as atividades são gratuitas, sem necessidade de inscrição prévia, porém a lotação é sujeita à capacidade dos espaços. Toda a programação estará disponível no endereço: http://ufmg.br/festivaldeverao.

Neste ano, o Festival de Verão UFMG, que é realizado pela Diretoria de Ação Cultural da UFMG, convidou o Centro de Referência da Juventude para uma parceria inédita, que resultou na temática “CorpoCidade”. Toda a programação foi inspirada na diversidade de movimentos sociais e culturais protagonizados pela juventude da capital e que se manifestam na região do Baixo Centro da cidade.

+ Planeta Brasil: conheça um pouco mais sobre as atrações do festival – Parte II

Dessa forma, a agenda cultural desta edição contempla questões pertinentes ao universo urbano, que passam pelo slam, pelas danças urbanas e o teatro, além de bate-papos sobre as cenas de rap funk na cidade, ações afirmativas, corpo, cidade e carnaval, entre outras.

A abertura do Festival começa no dia 3, às 18h30, com o pocket show Dona Jandira comemora 15 anos de carreira. Em seguida, será realizada a inauguração da exposição “Movências”, composta por trabalhos de 15 jovens artistas que atuam na Zona Cultural da Praça da Estação. Ambas atividades acontecem no Centro Cultural UFMG. Mais tarde, às 20h, no Centro de Referência da Juventude, haverá a apresentação LAVA, criação coreográfica de Thiago Granato, resultado da residência de criação coreográfica com o artista e integrantes do Ballet Jovem Minas Gerais (formado por egressos do Ballet Jovem Palácio das Artes), ex-integrantes da Cia SESC de Dança e artistas de dança da cidade selecionados por edital. A atividade é desenvolvida em parceria com o Verão Arte Contemporânea 2020.

** Devido à grande procura, as vagas para as oficinas desta edição se esgotaram em poucos dias. Mas o público pode conferir as aulas abertas, rodas de conversa e demais atividades que não precisam de inscrições prévias.

Teatro

No dia 4 de fevereiro, a Companhia Negra de Teatro apresenta o espetáculo Chão de Pequenos, que discute intolerância e preconceito por meio da história de dois jovens abandonados por suas famílias. O espetáculo será às 19 horas, no auditório do Centro Cultural UFMG.

No dia 5, o Grupo de Teatro Mulheres de Luta, formado por moradoras da Ocupação Carolina Maria de Jesus, apresenta o espetáculo AntígonaS. O grupo usa do mito grego de Antígona para fazer uma alegoria da luta prioritariamente feminina contra as injustiças e em defesa da dignidade. A peça será apresentada às 19 horas, no Centro Cultural UFMG

Atrações culturais

Sarau De Quebrada será realizado no dia 5, às 20 horas, no Centro de Referência da Juventude, com organização de membros do Slam das Manas. A proposta é reunir poetas de toda a Região Metropolitana, que usam seus corpos e suas vivências para expressar sua arte através da palavra. O evento é aberto a todos que queiram compartilhar suas poesias com o público.

No dia 6, às 20 horas, no Centro de Referência da Juventude, acontece o Verão Vogue Bailão, uma celebração à cultura Ballroom, surgida nas comunidades LGBTQI, negras, latinas e periféricas de Nova Iorque dos anos 80. O bailão terá batalhas individuais e em grupo de Vogue e Runway (passarela). Na categoria Pixo/Grafite, os participantes terão que transpor a força dessas expressões urbanas em seus looks. Já na categoria Tag Team Performance, cada dupla ou grupo terá 10 segundos para apresentar uma coreografia que uná vogue e passinho malado. Durante o intervalo do evento, haverá a apresentação da performance A urgência da ineficiência – o corpo disponível, desenvolvida pelo bailarino e coreógrafo Tuca Pinheiro.

Exposições

No Centro Cultural UFMG, a exposição Movências revela o talento de 14 jovens artistas de Belo Horizonte que integram ações artísticas e culturais no entorno da Praça da Estação. São trabalhos das áreas de fotografia, performance, escultura, ilustração, pintura, instalação, entre outras linguagens artísticas, sob curadoria de Wilson de Avellar.

Também estarão abertas para visitação no Centro Cultural UFMG, as exposições Dona Jandira: 81 anos de vida, poesia e música, que homenageia a vida e obra da cantora; Territórios Populares, que propõe um olhar sobre as narrativas e disputas no hipercentro expandido de BH; e Epistemologias Comunitárias: Arte contemporânea e autoria negra, que apresenta as obras e os processos criativos de 16 artistas negros e negras de Belo Horizonte.

Já a exposição Mundos Indígenas revela as vivências plurais de aldeias do país e estará aberta no Espaço do Conhecimento UFMG. Nos dias 4, 5 e 6 acontecerão visitas mediadas à exposição.

Rodas de conversa

Diariamente, convidados especiais e público dialogam sobre questões que afetam a juventude e a diversidade que habitam a cidade. As conversas serão realizadas no Centro de Referência da Juventude, com entrada franca.

– 03/02, às 15h30 – Saúde mental e juventude virtual: gênero, raça e subjetividades;

– 04/02, às 15h30 – Pop político: funk e rap em Belo Horizonte;

– 05/02, às 13h30 – Corpos, cidade e carnaval: narrativas visuais e políticas;

– 05/02, às 15h30 – Relações de gênero, sexualidades e cuidados com a saúde;

– 06/02, às 15h30 – Superando o racismo e a transfobia: Ações afirmativas e permanência na Universidade.

Além das Rodas de Conversa, o Trocando ideia com a galera da PrEP 15-19 será um momento de conversa livre e acolhimento sobre os métodos de prevenção ao HIV/AIDS e demais ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e orientação ao acesso às redes de acolhimento. A conversa acontecerá no dia 5 de fevereiro, às 18 horas, no Centro de Referência da Juventude.

Aulas abertas

A programação conta ainda com três Aulas Abertas de Danças Urbanas. Elas acontecem sempre às 18 horas, no Centro de Referência da Juventude. As atividades são:

– 04/02 – Danças Urbanas/Funk com Ohana Lefundes;

– 05/02 – Danças Urbanas/Dancehall com Marcelo Mendes;

– 06/02 – Danças Urbanas/Passinho com Dudu Sorriso.

Comentários