A irresponsabilidade de alguns pode levar à morte de vários

Tem horas que sinceramente é difícil entender o que se passa na cabeça das pessoas. No meio de uma pandemia, com mais de 120 mil mortos, assistimos no último final de semana de agosto as ruas e praias cheias, como se não fosse mais necessário realizar o isolamento social.

Sem dúvida alguma que todos que estão fazendo o tal isolamento social estão cansados, estamos falando de cerca de cinco meses que as autoridades sanitárias não indicam sair de casa como uma opção viável, opção esta que até ano passado parecia ser inimaginável!

Mas o que está acontecendo? Por que tanta gente que estava firme na quarentena agora, do nada, começa a afrouxar as amarras?

+ Médicos no combate à covid-19 lutam contra outro flagelo: a desinformação

Primeiro pelo fato de sermos seres sociais. Para a maior parte das pessoas é bastante sofrido realizar um isolamento tão longo e penoso, ficar longe de parentes, amigos, até cônjuges em algumas situações, é quase impossível, por isso, tamanho desespero que leva ao desobedecimento das regras sanitárias.

Outro fator que pesa é o mau exemplo de algumas autoridades políticas, com destaque para o presidente, que vira e mexe desmerece o coronavírus e desrespeita as centenas de milhares de vítimas da tal “gripezinha”. Pode não parecer, mas faz muita diferença o que falam os formadores de opinião, sendo ouvidos e seguidos por uma grande quantidade de pessoas, ou seja, se Bolsonaro fica falando bobagem por aí, muitos seguem cegamente essa ideia de que não há perigo e se expõe ao risco viral.

+ Para entender a pandemia: Secretaria de Saúde cria dicionário da covid-19

Mais um ponto interessante é a falsa sensação de segurança que nos traz o uso da máscara. Ela tem a função de ajudar a proteger quem não tem opção e precisa sair de casa, ela não é a capa do Super-Homem que faz as pessoas se tornarem imunes da noite para o dia podendo transitar livremente de maneira desnecessária.

Como quarto motivo, listo a ignorância. Em tempos onde temos desavisados bradando que a Terra é plana, não é de se assustar que tenha gente duvidando da veracidade da doença. Somando com o mau exemplo de alguns (que já listei), temos a receita ideal para o caos: negacionismo científico.

É preciso que cada um faça sua parte para vencermos esta situação trágica que nos acomete neste ano de 2020, o COVID-19 não é brincadeira, é uma doença séria e que pode levar à morte, mesmo que sua taxa de letalidade seja baixa.

Não podemos ficar dando sopa para o azar apostando na seleção natural, é necessário obedecer às autoridades sanitárias, ignorar os imbecis e seguir firmes, mesmo com todo o cansaço de cinco meses de isolamento, fazendo a quarentena.

A ignorância de alguns pode tirar quem amamos de perto de nós, não seja responsável pela disseminação do coronavírus, faça a sua parte!

Até a próxima.

Comentários