FutebolOlhar Esportivo

A muleta que inutilizou as pernas!

O Var, como o próprio nome já diz, veio para ser um auxílio ao árbitro, que quase sempre carrega o fardo da culpa por menor que seja o erro cometido, em lances as vezes até quase imperceptíveis.

O VAR deveria ser aquele auxílio que impediria, nos casos em que as pernas (árbitro) se embaralhassem, ou tropeçassem, de cair ou mesmo caso chegassem a cair o auxiliar a se levantar.

Mas o Var acabou virando uma muleta utilizada todo o tempo, e acabou inutilizando as pernas. As pernas já não andam sem se escorar na muleta. As muletas não deixam cair, mas não permitem que você ande com naturalidade e te tornam muito mais lento.

Em alguns casos, e não tem sido poucos, principalmente aqui no querido brasileirão nosso de cada dia, o Var deixou de ser muletas e virou cadeira de rodas. O árbitro não toma mais nenhuma decisão por si só, nem mesmo as mais simples, seguindo a linha de raciocínio que venho desenvolvendo: o árbitro já não anda mais  com as própria pernas.

Se é pra ser assim não precisamos mais de um árbitro profissional dentro de campo (embora infelizmente nossa arbitragem não seja profissionalizada), coloca você ou eu ou qualquer um outro dentro de campo e o VAR vai nos conduzindo.

O Var é uma ferramenta muito boa, e já provou por várias vezes ser necessário, mas precisa ser bem melhor utilizado.

Var utilize com moderação! Seria um bom slogan.

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar