Mais Minas
Portal de notícias de Minas Gerais

Alimentação equilibrada durante isolamento social fortalece sistema imune

O isolamento social necessário para conter a pandemia do novo coronavírus não precisa ser motivo para descuidar da saúde e da alimentação. Mais do que nunca, ter uma alimentação equilibrada fortalecerá a imunidade.

“Para garantir um sistema imune eficaz devemos ter hábitos alimentares saudáveis, ingerir muita água, garantir uma boa higienização dos alimentos. Neste momento do distanciamento social é importante evitar dietas restritas garantindo a ingestão adequada de todos os nutrientes”, esclarece Fernanda Gandra, professora do curso de Nutrição da Estácio, mestre e doutora em Ciências de Alimentos.

A especialista orienta a ingerir frutas e vegetais, carnes, ovos, oleaginosas, iogurtes, cereais integrais e compostos bioativos, presentes no gengibre, cúrcuma e própolis. “Dessa maneira, conseguimos obter os nutrientes necessários sem precisar recorrer a alimentos caros ou suplementos alimentares, que são indicados quando a dieta não consegue garantir a recomendação de um ou mais nutrientes. Vale lembrar que a ingestão elevada de suplementos e fitoterápios trazem riscos à saúde, principalmente quando ingeridos em conjunto, por isso só podem ser usados quando indicados pelo profissional”, explica Fernanda Gandra.

Vitaminas e minerais associados são aliados do sistema de defesa do corpo. “Estudos já associaram deficiência de minerais como zinco e selênio, presentes em oleaginosas, carnes e ovos, à redução da imunidade. Além da vitamina C, pesquisas comprovam a importância da vitamina D, presente em alguns alimentos de origem animal, mas sua melhor fonte continua sendo o sol, porque a sintetizamos na pele atraves da radiação”, pontua a professora.

A professora da Estácio acentua que a manutenção de uma microbiota intestinal saudável com consumo de bactérias probióticas e prebióticos favorece o bom funcionamento do sistema imune. “As probióticas podem ser encontradas em iogurtes e leites fermentados. Os prebióticos são fibras que servem de alimentos para micro-organismos probióticos e estão presentes na cebola, alho, aveia, entre outros”, afirma.

Veja também: Segurança alimentar em tempos de pandemia

Comentários do Facebook
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também