MineraçãoSanta Bárbara

AngloGold adia testes das sirenes após desastre em Brumadinho

A mineradora AngloGold Ashanti suspendeu os testes de sirenes de emergência de seu sistema de alerta de desastre da barragem Córrego do Sítio II (CDS II), em Santa Bárbara, que iria realizar ontem, quarta (30) e sexta-feira (1º).

AngloGold adia testes das sirenes após desastre em Brumadinho
Barragem de refeitos CDSII

A empresa informou que a decisão ocorreu preventivamente, devido ao forte impacto causado pelo desastre com a barragem da Vale em Brumadinho, sexta-feira (25).

A AngloGold informou, em nota distribuída à imprensa, que “a atitude vem em respeito aos moradores das comunidades, que poderiam confundir a ação com um episódio real”. A empresa ainda aproveitou para garantir que suas barragens em Santa Bárbara são “estáveis e seguras”, “além de constantemente monitoradas”.

A mineradora garantiu que suas seis barragens em Minas Gerais e uma em Goiás “encontram-se estáveis”. A empresa informou, através de nota, que adota padrões e normas de segurança nacionais e internacionais para suas estruturas. 

“Todas contam com fator de segurança acima do valor estabelecido em norma. As barragens da companhia atendem às exigências dos órgãos regulamentadores e fiscalizadores nas esferas municipal (Defesa Civil e Corpo de Bombeiros Civil), estadual (Polícia Ambiental, secretarias de Meio Ambiente, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros) e federal (Agência Nacional de Mineração). Saiba mais na edição de hoje.

* Matéria originalmente publicada no página do Diário de Santa Bárbara, no Facebook

Facebook Comentários

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios