Atlético e Cruzeiro entram em campo, pela Libertadores, em situações opostas

Esta quarta será movimentada em Minas Gerais. Atlético e Cruzeiro entram em campo pela terceira rodada da fase grupos Copa Libertadores da América. Mas a situação dos rivais na competição é totalmente oposta. Enquanto o time celeste nada de braçadas em seu grupo, com seis pontos em dois jogos, os alvinegros ainda não pontuaram e seguram a lanterna de seu grupo.
Ambas as equipes sabem que uma vitória seria primordial em suas aspirações. O Atlético para se manter vivo e o Cruzeiro para praticamente garantir sua classificação as oitavas de final. Envolvidos em duas competições, a Copa Libertadores e o Campeonato Mineiro, ares de tranquilidade na competição internacional podem influenciar na escalação e desempenho das equipes no sempre disputado estadual.

Atlético-MG

Primeiro a jogar nessa noite, o Atlético recebe o Zamora, da Venezuela, no Mineirão, às 19h15 (horário de Brasília). O rival venezuelano também faz péssima campanha na fase de grupos da Libertadores e, a exemplo do time mineiro, perdeu seus dois jogos na competição, estando a frente do alvinegro apenas por ter marcado um gol na competição, enquanto o time treinado por Levir Culpi ainda não balançou as redes.
A situação do rival desta noite dá um certo ânimo ao torcedor atleticano, que sabe que seu time é superior ao adversário e que jogando fora de casa, o adversário, que já vem mal na competição, será ainda mais pressionado. Uma vitória hoje seria um passo importantíssimo para o time mineiro se manter vivo na competição. Já um tropeço transformaria a classificação em uma missão quase impossível.

Cruzeiro

Já o Cruzeiro vive situação bem mais confortável na libertadores e lidera seu grupo com folgas. São duas vitórias em dois jogos, tendo seus adversários do grupo empatados todas as outras partidas da chave, o que deu uma vantagem de quatro pontos do time celeste sobre o Emelec, do Equador, adversário da noite e segundo colocado.
Apesar da boa fase, a missão do Cruzeiro não será das mais fáceis. O time celeste viajou até o Equador para enfrentar o Emelec, hoje (03), às 21h30 (horário de Brasília)  e terá de suar para balançar as redes do adversário. O clube equatoriano ainda não tomou gols na Copa Libertadores, mas olhando por outro lado, também não fez. Foram dois empates em 0 a 0 até aqui.
Com uma vitória, o time mineiro praticamente garantiria a classificação para a segunda fase. Um empate também não seria de todo ruim. Apenas uma derrota poderia complicar um grupo que vem se mostrando tranquilo e é isso que o técnico Mano Menezes tentará evitar a todo custo.

Comentários