Take a fresh look at your lifestyle.

Atlético goleia Fluminense e é vice-líder do Brasileirão

0

Em ótimo jogo, Atlético goleira Fluminense por 5 a 2 e garante vice-liderança do Brasileirão. Ricardo Oliveira, Leonardo Silva e Tomás Andrade, marcaram um gol cada. Róger Guedes marca dois, é destaque da partida, assumindo a artilharia isolada da competição com 8 gols marcados.

O jogo

A partida aconteceu na tarde desse domingo (10), às 16h, no Independência, e o Atlético contou com a volta de Fábio Santos, já que no último jogo, (vitória por 3 a 1 sobre o América), o lateral não pode atuar, por cumprir suspensão após levar o 3º cartão amarelo. Deste modo, os times atuaram com as seguintes formações:

Atlético
Victor; Patric, Leonardo Silva (Bremer), Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Elias), Cazares (Luan), Tomás Andrade, Róger Guedes, Ricardo Oliveira. Técnico: Kaio Fonseca.

Fluminense
Júlio César; Nathan, Ibañez, Luan Peres, Gilberto (Sornoza), Douglas, Richard, Jadson, Ayrton Lucas (João Carlos), Matheus Alessandro (Pablo Dyego), Pedro. Técnico: Abel Braga.

 Primeiro tempo – A primeira etapa foi bastante disputada, com ambos os times criando ótimas chances, realizando um jogo corrido e muito bonito de ser ver. E assim, logo aos 2 minutos, quase o Atlético marca. Na jogada, Ricardo Oliveira completou cruzamento de Fábio Santos e quase balançou a rede, Júlio César salvou no cantinho. Com 13 minutos, foi a vez do tricolor responder. Bola sobrou limpa para Douglas no meio da área e ele manda por cima do gol de Victor, assustando a defesa do alvinegra. Aos 28 minutos, o Fluminense abriu o placar. Após cobrança de escanteio, o lateral Gilberto cabeceou meio sem jeito, mas com estilo suficiente para a bola cair nas redes do goleiro Victor, fazendo assim, 1 a 0 para o Fluminense.

Com 33 minutos, Cazares cobrou escanteio e Leonardo Silva desviou para acertar o travessão do Fluminense. Porém, um minuto depois, o zagueirão atleticano não perdoou. Patric fez cruzamento na área e Leonardo Silva dominou para chutar forte a redonda para o fundo das redes de Júlio César, empatando o jogo no Horto, 1 a 1. Aos 43 minutos, substituição no Galo. Saiu Leonardo Silva para entrada de Bremer, e, com 45, o Atlético vira a partida com um bonito gol de Róger Guedes. O atacante ajeitou a bola na área e mandou no ângulo de Júlio César, e o goleiro não pôde fazer, 2 a 1 para o Galo, e Roger Guedes já se isolava na artilharia da competição, com 7 gols marcados.

Porém, aos 47, o Fluminense voltou a empatar. Após cruzamento de Richard na área, o jovem atacante Pedro aproveitou falha do lateral Patric, que não conseguiu fazer o corte de cabeça, para estufar a rede e voltar a empatar a partida no Horto. Tudo igual novamente, 2 a 2 . E aos 50 minutos, acabou o primeiro tempo.

Segundo tempo – Para a segunda etapa, o Galo voltou com a mesma formação que terminou o primeiro tempo. E o primeiro lance de perigo veio aos 3 minutos com Pedro. O atacante recebeu cruzamento e emendou de voleio, mas a bola passa por cima do gol. 14 minutos, e acontece a segunda substituição do Galo. Cazares sai para entrada do Menino Maluquinho Luan. 2 minutos depois, Gustavo Blanco recebeu cartão amarelo por fazer falta em cima de Ayrton Lucas. Com 18 minutos, o Atlético volta à frente do placar com gol de Tomás Andrade. O argentino pegou rebote após de cobrança escanteio e, da entrada da área, chutou no cantinho do gol para fazer o terceiro gol do Galo. Esse foi o segundo dele na carreira profissional e, o segundo pelo Atlético. 3 a 2 para o Atlético.

Aos 38 minutos, o Atlético voltou a mexer. Gustavo Blanco saiu para entrada de Elias. E com 41 minutos, o Galo voltou a marcar, dessa vez com Ricardo Oliveira em uma belíssima cobrança de falta. Júlio César chegou a tocar na bola, mas não impediu que ela entrasse. 4 a 2 para o Galo. Com o gol, Ricardo Oliveira assumiu a vice artilharia da competição ao lado de Pedro do Fluminense e Willian “bigode” do Palmeiras, com 6 gols marcados.

O jogou seguiu e, com 49 minutos, Róger Guedes voltou a marcar. Após passe de Ricardo Oliveira, o atacante  driblou o zagueiro tricolor, que ficou no chão ao tentar roubar de carrinho, e aí só teve o trabalho de deslocar o goleiro Júlio César, marcando outro golaço no Independência. Fazendo assim 5 a 2 para o Galo. O atacante, que assumiu a artilharia isolada da competição, com 8 gols marcados, ainda levou cartão amarelo, por tirar a camisa na comemoração. E pouco depois, aos 52 minutos, o arbitro apitou o final do jogo. Determinando, Atlético 5, Fluminense 2. E a torcida gritou “Fica Róger Guedes!”, após o atacante, que ainda pertence ao Palmeiras, assumir que existem propostas pra que ele deixe o futebol brasileiro.

Com a vitória, o Atlético assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 20 pontos, 6 a menos que o líder Flamengo, que tem 26. Já o Fluminense caiu para 11º, com 14 pontos conquistados.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 5 x 2 FLUMINENSE
Motivo:
 Campeonato Brasileiro (11ª rodada)
Data: 10/06/2018
Estádio: Arena Independência
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Público: 14.476
Renda: R$246.095,00
Gols: Gilberto (28’/1ºT), Leonardo Silva (34’/1ºT), Róger Guedes (45’/1ºT)(49’/2ºT), Pedro (47’/1ºT), Tomás  Andrade (18’/2ºT), Ricardo Oliveira (41’/2ºT)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (CBF-SP)
Auxiliares: 
Alex Ang Ribeiro (CBF-SP) e Tatiane Sacilotti Camargo (Fifa-SP)
4º Árbitro: 
Alberto Poletto Masseira (CBF-SP)
Cartões amarelos: Gustavo Blanco (Atlético); Matheus Alessandro, Ibañez (Fluminense)

Leia também: Cruzeiro é prejudicado novamente e perde para a Chape

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Facebook
error: Conteúdo Protegido!