Barbacena chega a sete casos confirmados de coronavírus

Barbacena confirmou mais um caso de coronavírus, chegando ao total de sete casos. A informação foi divulgada pela Prefeitura Municipal, após exame realizado pela Secretaria de Saúde da cidade. Trata-se de uma paciente mulher, de 34 anos, sem histórico de viagens. Ela começou a ter sintomas no dia 23 de abril e ainda segue em isolamento domiciliar.
Essa é a segunda confirmação de coronavírus por contágio comunitário em Barbacena. O primeiro caso de contaminação local de Covi-19 foi confirmado na última terça-feira (29), e trata-se de uma mulher de 65 anos, que é barbacenense e não tem histórico de viagens.
De acordo com o Boletim Informativo, divulgado pela Prefeitura de Barbacena, há 378 casos de coronavírus em investigação e 118 casos descartados. Não há óbitos confirmados, nem em investigação por conta da doença na cidade.
Segundo a Prefeitura de Barbacena, a Secretaria Municipal de Saúde segue trabalhando nas ações de enfrentamento ao novo coronavírus. A cidade foi apontada como preparada para enfrentar a pandemia do novo coronavírus, de acordo estudo realizado pela consultoria Aquila e publicado nesta quarta-feira. O levantamento se baseia em indicadores sociais, econômicos e de saúde de todos os municípios brasileiros.
A Prefeitura de Barbacena também informou que a cidade se enquadra na categoria AA no enfrentamento ao coronavírus, sendo classificada como preparada para tal. Além das ações de isolamento, o município informou que em um investimento de cerca de R$ 3 milhões, a administração municipal criou, em parceria com os hospitais, 25 novos leitos de UTI, destinados ao tratamento de pacientes com a Covid-19.
Ainda segundo a Prefeitura de Barbacena, estão sendo tomadas as medidas necessárias para a prevenção e combate ao novo coronavírus, conforme com os protocolos do Governo de Minas Gerais, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Veja também: Coronavírus: nove novas mortes são registradas pelo segundo dia seguido e Minas Gerais chega a 80 óbitos

Comentários