Governo de MinasJair BolsonaroPolítica

Bolsonaro não irá a Ouro Preto-MG receber a Medalha da Inconfidência

O presidente da República, Jair Bolsonaro, foi indicado para receber a Medalha da Inconfidência, a maior honraria concedida pelo estado de Minas Gerais à personalidades. A medalha já foi entregue a outros presidentes, como Luís Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT).

O requerimento para a homenagem ao presidente é de autoria do deputado estadual Bruno Engler (PSL), sendo acatado pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), e também pelo governador do estado, Romeu Zema (Novo).

A cerimônia de entrega das medalhas acontece no próximo domingo (21), em Ouro Preto, na região central de Minas.

Apesar da homenagem, Jair Bolsonaro agradeceu a iniciativa do governo mineiro, mas alegou compromissos familiares que o impedem de estar Minas Gerais nesta data.

O anúncio foi feito através de um vídeo compartilhado pelo deputado autor do requerimento, Bruno Engler, no qual Bolsonaro, ao justificar sua impossibilidade de comparecer a cerimônia, declarou: “São os momentos raros que tenho para passar com a minha família”.

Assista:

MENSAGEM DO PRESIDENTE AO POVO DE MINAS GERAIS

O presidente Jair Messias Bolsonaro agradeceu a indicação para receber a Medalha da Inconfidência, explicou que não poderá comparecer à cerimônia e mais uma vez enfatizou que se sente mineiro por ter nascido de novo em Juiz de Fora.

Posted by Bruno Engler on Wednesday, April 17, 2019

 

Em sua fala, Bolsonaro ainda destacou que considera Minas como seu “segundo Estado”, se referindo ao atentado que sofreu em Juiz de Fora, na Zona da Mata, “foi uma nova vida que eu tive naquele município, que passou a ser o meu município de nascimento, também, numa segunda opção”, afirmou.

Jair Bolsonaro ainda aproveitou o vídeo para elogiar o Corpo de Bombeiros do Estado, em especial, aos militares envolvidos no resgate das vítimas da tragédia de Brumadinho.

 

Medalha da Inconfidência

A Medalha da Inconfidência é uma comenda criada no ano de 1952, durante o governo do ex-presidente Juscelino Kubitschek, que também governou o estado de Minas Gerais, além de ter sido prefeito de Belo Horizonte.

Os agraciados com a honraria são, em sua maioria, pessoas ou instituições que contribuíram para o desenvolvimento de Minas Gerais e do Brasil, sendo escolhidos por um conselho composto por representantes dos poderes Executivo e Legislativo do estado e do município de Ouro Preto.

A solenidade acontece anualmente no dia 21 de abril (feriado de Tiradentes), na cidade de Ouro Preto.

Facebook Comentários

Etiquetas
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios