Ultimate magazine theme for WordPress.

“Chuva de mil anos”: saiba os principais pontos de alagamento em Belo Horizonte

Os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santos aguardam receosos pela nova onda de chuvas fortes, prevista para esta quinta (23), mas que será com maior intensidade na sexta-feira (24). As previsões meteorológicas estão prevendo chuvas e ventos tão fortes, que o temporal que está por vir está sendo chamado de “chuva de mil anos”, que devem alcançar um volume de 250 milímetros até o meio-dia de sábado (25).

Nas redes sociais, o governador Romeu Zema divulgou um vídeo em que o Coronel Rodrigo e o Tenente Coronel Godinho da Defesa Civil de Minas Gerais dão recomendações e dicas de prevenção de acidentes nos momentos de maior intensidade de chuvas. Confira:

🌧 Devido a possibilidade de chuvas intensas no Estado, me reuni com o Coronel Rodrigo e o Tenente Coronel Godinho da Defesa Civil, no intuito orientá-los sobre o cenário. Nosso foco é a prevenção! Por isso, um plano de trabalho metropolitano, com ações conjuntas dos municípios serão elaborados a fim de evitar possíveis adversidades. Os nossos sistemas de alerta serão atualizados em tempo real, indicando os locais de risco, via mensagem de texto. Envie um SMS para 40199 e informe o CEP de sua residência para receber as informações.

Posted by Romeu Zema on Wednesday, January 22, 2020

Nos últimos dias, a cidade de Belo Horizonte e região Metropolitana, principalmente Contagem, vêm sofrendo com alagamentos de várias vias, tanto de bairros centralizados, quanto de bairros mais distantes. A Superintendência de Desenvolvimento da Capital – Sudecap vem realizando diversos alertas pelas redes sociais para que as pessoas estejam melhores preparadas para o mal tempo que está por vir. Um desses alertas trata-se dos pontos mais perigosos de se estar na capital mineira em momentos de forte temporal. Confira quais são:

1 – Barreiro

  • Tereza Cristina
  • Cardoso (Córrego Cafezal)
  • Córrego Olaria
  • Córrego Jatobá
  • Córrego Bonsucesso
  • Córrego do Barreiro

2 – Oeste

  • Tereza Cristina e imediações
  • Cerradinho
  • Avenida Governador Benedito Valadares
  • Córrego dos Pintos (rua Ituiutaba e avenida Francisco Sá)
  • Rua Coruripe
  • Córrego Ponte Queimada

3 – Nordeste

  • Bernardo Vasconcelos
  • Rua Santa Úrsula
  • Ribeiro de Abreu
  • Rua dos Limões
  • Córrego Gordura
  • Córrego da Avenida Sanitária

4 – Venda Nova

  • Avenida Vilarinho
  • Córrego da avenida Liege
  • Córrego Lareira
  • Rua Camões
  • Rua Olavo Bilac
  • Córrego Floresta
  • Córrego Capão
  • Córrego da avenida Virgílio Melo Franco
  • Córrego Lagoa do Mota
  • Córrego do bairro Céu Azul

5 – Pampulha

  • Córrego Ressaca
  • Sebastião de Brito
  • Córrego Olhos D’Água
  • Córregos Baraúnas

6 – Leste

  • Córrego Santa Inês e Itaituba
  • Córrego da Mata
  • Rua Maria Carmen Valadares
  • Córrego São Geraldo

7 – Norte

  • Rua Osmar Costa
  • Córrego Embiras
  • Ribeirão Isidoro
  • Fazenda Velha

8 – Noroeste

  • Rua Tocantins
  • Avenida Amintas Jacques
  • Rua Garibaldo (Córrego Engenho Nogueira)
  • Rua da Violas (Córrego das Taiobas)
  • Rua Maria José de Jesus

9 – Centro-Sul

  • Joaquim Murtinho
  • Marília Dirceu
  • Bárbara Heliodoro
  • Rua Monte Alegre
  • Edgar Coelho
Comentários do Facebook