Ultimate magazine theme for WordPress.

Chuvas causam deslizamentos de terra e desabrigam três famílias em Ouro Preto

Em Ouro Preto (MG), os inúmeros episódios de chuvas que ocorreram no mês de janeiro somados a última chuva, que já ultrapassa 36 horas consecutivas, resultaram em deslizamento de terra que acontecem em vários pontos da cidade.

Por causa das chuvas, três famílias ficaram desalojadas, e houve deslizamento de terra em vários pontos da cidade, incluindo áreas centrais, como no bairro Pilar, onde o deslizamento atingiu duas casas próximas ao local. Na via que dá acesso ao Instituto Federal de Ensino e a Universidade Federal de Ouro Preto, rua Pandiá Calógeras (ladeira do Gambá), houve um deslizamento de terra, e o trânsito no local está parcialmente interditado.

De acordo com a Defesa Civil, bairros que se encontram próximos às serras estão sob alerta, são eles: Taquaral, São Cristóvão, São Francisco, Morro Santana, Padre Faria, Alto da Cruz, Piedade.

Ouro Preto é uma cidade que tem várias residências construídas sobre encostas, sendo assim, pode ser considerada área de risco, casas que são construídas com forte inclinação e possuem grande volume de terra próximo, pois trata-se de cidade montanhosa, como é o caso do
deslizamento que aconteceu no Pilar (centro histórico).

Também foi interditado o tráfego de veículos na Avenida Lima Júnior (Volta dos Ventos), após o deslizamento de uma barranceira que fica nas mediações da Novelis, fábrica de alumínio.

Segundo a Defesa Civil, somente no mês de janeiro já choveu 300 mm de água. A maior causa para a ocorrência de deslizamento de terra é o encharcamento do solo que acontece devido a constantes chuvas leves ou moderadas. Ou seja, o grande acumulo de água no solo que ocasiona o deslocamento de placas.

Bombeiros interditaram também a rua Rua Doutor Cláudio de Lima (Beco dos Bois), que fica no Rosário (centro histórico).

Ao perceber algum sinal de risco, o ouro-pretano deve acionar a Defesa Civil através dos números: 199 ou 3559-3121.

Barragens

Outra preocupação que assola o cidadão de Ouro Preto são as barragens de minério da Vale. O município abriga três barragens de risco na zona rual da cidade, e nesta sexta-feira (24), a mineradora elevou o nível de segurança das barragens Farroquilhas I e II.

Telefones Úteis

Corpo de Bombeiros: 193 (24h) ou (31) 3552-2718

Policia Civil/ Delegacia de Polícia:  (31) 3551-3222 ou 197

Departamento de Trânsito: (31) 3559-3238

Comentários do Facebook