CineOP 2024: impacto cultural e econômico em Ouro Preto

Evento reúne mais de 18 mil pessoas e gera 1.500 empregos

0 comment

Ouro Preto foi o cenário da 19ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, realizada entre 19 e 24 de junho, oferecendo uma programação gratuita que transformou a cidade histórica. Este evento único no Brasil, que trata o cinema como patrimônio, atraiu mais de 18 mil pessoas para suas atividades presenciais e alcançou mais de 100 mil acessos online de 64 países diferentes.

A CineOP, estruturada em três frentes temáticas – Preservação, História e Educação – movimentou a cidade, atraindo turistas e profissionais do audiovisual e da educação. A coordenadora geral da CineOP, Raquel Hallak, destacou que a 19ª edição foi fruto de um trabalho coletivo que envolveu uma equipe curatorial competente, profissionais diversos do audiovisual, preservação e educação, e investidores comprometidos com a proposta do evento. “Além de sua relevância cultural, a CineOP também gerou empregos e renda, movimentou a economia local e beneficiou instituições sociais, integrando comunidades, bairros e distritos”, afirmou Hallak.

CineOP 2024: impacto cultural e econômico em Ouro Preto
Cortejo da Arte - Crédito: Leo Lara

A programação contou com a exibição de 153 filmes de sete países e 18 estados brasileiros, distribuídos em oito mostras. Os filmes foram exibidos em dois cinemas especialmente instalados para o evento: o Cine-Praça, ao ar livre na Praça Tiradentes, e o Cine-Teatro, no Centro de Convenções. Além disso, a CineOP promoveu 32 sessões de cinema com filmes para todas as idades, exibidos também na TV UFOP e nas plataformas da CineOP e do Instituto Cultural Play.

Praça Tiradentes se transforma em cinema ao ar livre durante a 19ª CineOP – Crédito: Leo Lara

O evento destacou-se pelo 19ª Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros, que reuniu mais de 150 profissionais para discutir a importância da preservação audiovisual. Também houve o XVI Fórum da Rede Kino, focado na criação de um Plano Nacional de Cinema na Escola, e a temática histórica “Cinema de Animação no Brasil”, que reuniu mais de 30 animadores para sessões de cinema e rodas de conversa.

Outro destaque foi o programa Cine-Expressão – A Escola vai ao Cinema, que beneficiou 3.500 alunos da rede pública de ensino com sessões cine-escola seguidas de debates e material pedagógico. A iniciativa visa usar o audiovisual no processo pedagógico interdisciplinar, incentivando o uso do cinema nas escolas para enriquecer o aprendizado e fomentar o pensamento crítico.

A programação também incluiu o Programa de Formação, com 10 atividades formativas que certificaram mais de 250 alunos, vital para o desenvolvimento da indústria audiovisual brasileira. Além disso, a Festa Junina da CineOP, que beneficiou quatro instituições sociais de Ouro Preto, reuniu grupos de quadrilha e proporcionou um espaço para a venda de produtos típicos.

A CineOP promoveu ainda 19 atrações artísticas e o lançamento de 26 livros, colocando o cinema em diálogo com outras artes. Para realizar o evento, foram contratadas mais de 150 empresas, gerando mais de 1.500 empregos diretos e indiretos e aquecendo a economia local com a contratação de estabelecimentos comerciais, hotéis, pousadas e restaurantes.

A cobertura jornalística contou com a presença de 47 jornalistas de 36 veículos de imprensa, e a campanha de divulgação do evento nas redes sociais alcançou mais de 2,2 milhões de usuários únicos.

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS