Congonhas registra 38 casos suspeitos de coronavírus, segundo Secretaria Municipal de Saúde

Congonhas registrou 38 casos suspeitos de coronavírus, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde que informou por meio da Vigilância Epidemiológica da cidade nesta sexta-feira (20). Outros quatro casos foram descartados e nenhum ainda foi confirmado.

Os pacientes com suspeitas do coronavírus são 24 do sexo masculino e 14 do sexo feminino. As faixas etárias são de 1 a 10 anos (4 casos); 11 a 20 anos (2 casos); 21 a 30 anos (11 casos); 31 a 40 (8 casos); 41 a 50 (2 casos); 51 a 60 (4 casos) e 61 a 70 (4 casos).

O prefeito de Congonhas, Zelinho (45), anunciou que, como medidas preventivas, decretou o fechamento do comércio da cidade até o dia 31 de março, com possibilidade de prorrogação, como medida preventiva do coronavírus. A suspensão do funcionamento de estabelecimentos comerciais terá início a partir do próximo sábado (21).

Entretanto, os serviços considerados essenciais continuarão tendo seu funcionamento. Lugares como supermercados, farmácias, padarias, açougues, postos de gasolina, lojas de materiais médicos e hospitalares e clínicas médicas continuarão sendo abertas. As normas da vigilância sanitária deverão ser aplicadas nestes estabelecimentos.

Os demais serviços de comércio que serão fechados poderão atender através de tele-entregas. A decisão também foi tomada em outras cidades da região do Alto Paraopeba, como Ouro Branco.

Suspeita de coronavírus em outras cidades

Na Região do Alto Paraopeba já há suspeitos nas três principais cidades: dez em Conselheiro Lafaiete e dois em Ouro Branco, além dos sete registrados em Congonhas.

Já em Belo Horizonte são 18 casos confirmados de coronavírus. O perfil dos pacientes confirmados com o coronavírus são de transmissão comunitária, a mais grave da pandemia, pois não é possível identificar a fonte da contaminação de uma pessoa naquele local.

Ao todo, em Minas Gerais, são 29 casos confirmados, 2.140 em investigação e 104 descartados.

Veja também: Prefeitura de Conselheiro Lafaiete decreta fechamento do comércio para prevenção do coronavírus

Comentários