Conheça 5 roteiros de carro para fazer em Minas Gerais

por Daniel Santos

Viajar de carro é uma excelente alternativa quando há tempo disponível, por diversos motivos, como o conforto e a liberdade de seguir o roteiro de acordo com as preferências dos viajantes.

Sabará MG
Creative Commons

Minas Gerais possui várias cidades turísticas próximas umas das outras, o que facilita a visita. No entanto, isso não significa que a viagem deva ser apressada. Pelo contrário, é importante aproveitar ao máximo cada parada, pois o percurso entre um destino e outro é menos cansativo.

Para uma viagem de uma semana, sugerimos três destinos, com pelo menos duas noites de permanência em cada um. Dessa forma, é possível aproveitar as atrações turísticas e os passeios diurnos, além de curtir as opções noturnas sem pressa.

Sabará, Serro e Diamantina

Este itinerário oferece uma experiência única que combina a história, cultura e arte de três cidades mineiras. Começando por Sabará, um destino com mais de três séculos de história, conhecido por sua arquitetura colonial, artesanatos belíssimos e o charme típico da região. A cidade é um tesouro cultural que remonta ao período do ciclo do ouro e possui uma riqueza arquitetônica que encanta os visitantes.

Continuando pela MG-050, percorrendo 235 km, você chegará a Serro, localizado na Serra do Espinhaço. A cidade é famosa por suas ladeiras e morros que oferecem vistas panorâmicas de tirar o fôlego. Serro foi o primeiro município do Brasil a ter seu conjunto arquitetônico e urbanístico tombado pelo Iphan na década de 30. Além disso, a cidade é conhecida por sua produção de queijo de qualidade.

Finalmente, a última parada deste itinerário é a famosa cidade de Diamantina, que fica a aproximadamente 90 km de Serro. Diamantina é um patrimônio histórico e cultural, com igrejas, monumentos históricos, a casa de Juscelino Kubitschek, a Vesperata e muito mais. A cidade é conhecida por sua arquitetura colonial preservada, além de oferecer uma grande variedade de opções para aqueles que querem experimentar a culinária local.

Em resumo, este roteiro é uma viagem no tempo pela história, cultura e arte de Minas Gerais. Cada cidade oferece uma experiência única, com seus próprios encantos e particularidades, que com certeza deixarão lembranças inesquecíveis em quem visitá-las.

Itabirito, Ouro Preto e Mariana

Ouro Preto
Foto: Arquivo/Mais Minas

Localizada em uma região próxima à capital mineira, encontra-se a cidade de Itabirito, que abriga a Fábrica da Felicidade da Coca-Cola. Nessa cidade, é possível realizar um passeio interativo e visitar a Mercearia Paraopeba, uma típica venda mineira. A cerca de 40 km de distância encontra-se Ouro Preto, a primeira cidade brasileira a ser declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, em 1980. A cidade preserva igrejas e museus que proporcionam verdadeiras aulas de história.

Localizada bem próxima de Ouro Preto, encontra-se Mariana, que foi a primeira vila, cidade e capital do estado de Minas Gerais. Não deixe de fazer o passeio de trem e visitar a Mina da Passagem em Mariana, pois são experiências imperdíveis!

Congonhas, São João del-Rei e Tiradentes

Congonhas
Congonhas – Foto: Arquivo/Mais Minas

O estado é enriquecido pela presença de suas cidades históricas, que exalam um charme singular. Suas ladeiras e casinhas coloniais nos transportam para uma viagem no tempo. Entre elas está Congonhas, que reúne importantes trabalhos de Aleijadinho. O Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, um ícone da cidade, é considerado Patrimônio Mundial da Humanidade e representa uma das mais importantes obras do barroco. A 112 km de distância encontra-se São João del-Rei.

Vale a pena percorrer a cidade a pé, visitando os pontos turísticos, igrejas e museus, e fazer o imperdível passeio de Maria-Fumaça até a cidade de Tiradentes. O passeio de 12 km pelos trilhos tem duração de cerca de 35 minutos. Em Tiradentes, também não faltam atrativos, com destaque para o singular cenário gastronômico, onde é possível (e altamente recomendado) degustar os deliciosos pratos da culinária típica mineira. Além disso, no centro histórico, diversas lojas de artesanato encantam os visitantes.

Carrancas, São Thomé das Letras e Aiuruoca

Estas cidades têm um grande apelo para místicos, hippies, aqueles que buscam uma conexão com a natureza e curiosos em busca de novas experiências. Renovar as energias em uma das diversas cachoeiras de Carrancas é algo que não se pode perder. Para aqueles que desejam ir de Carrancas para São Thomé das Letras, o trajeto mais rápido tem pouco mais de 80 km.

Entre os principais atrativos de São Thomé estão a pirâmide de pedra e o Vale das Borboletas. Aiuruoca está localizada a cerca de 70 km de São Thomé e é conhecida pela tranquilidade típica da região sul de Minas. Há muitas cachoeiras, poços, mirantes e trilhas para se explorar na cidade, sendo que o Vale do Matutu é o local favorito dos visitantes.

Monte Verde, Gonçalves e Extrema

Se você é fã de um clima frio durante todo o ano, então temos o roteiro perfeito para você! Localizadas próximas à fronteira com São Paulo, as cidades da região da Serra da Mantiqueira apresentam temperaturas amenas em comparação com outros municípios do estado.

Um dos locais mais charmosos e românticos de Minas Gerais é Monte Verde, um distrito de Camanducaia. Essa pequena vila de montanhas verdes cercada por pinheiros é conhecida como a Suíça Mineira, devido à sua natureza privilegiada e baixas temperaturas o ano inteiro.

A cerca de 80 km de Monte Verde encontra-se Gonçalves, uma cidade com um ar interiorano, porém com uma atmosfera moderna e descolada. É um refúgio perfeito para quem deseja escapar da agitação da cidade, se aventurar pelas estradas de terra e respirar o ar puro da natureza, sem abrir mão do charme e do conforto da cidade.

A pouco mais de 70 km está a cidade de Extrema, que se destaca nos segmentos de ecoturismo, turismo rural, religioso e de aventura. A cidade possui cinco rotas turísticas principais, cada uma com sua própria atração: Rosas, Sol, Ventos, Águas e Pedras.

Esperamos que curta o passeio! O Mais Minas tem uma editoria especializada em Turismo.

ARTIGOS RELACIONADOS