Pesquisa de demanda turística aponta que os maiores visitantes de Ouro Preto são mineiros e paulistas

por Davi Guimarães

Nas últimas semanas, as secretarias de Cultura e Turismo e a de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia estão realizando pesquisas, por meio de questionários com o objetivo de traçar o perfil dos turistas que visitam a cidade de Ouro Preto.

Foto: Ane Souz / Flickr / Reprodução
Os dados da pesquisa de demanda foram coletados em pontos estratégicos do Centro Histórico de Ouro Preto para reunir informações sobre a relação do turista com o consumo na cidade. Foto: Ane Souz/ Flickr / Reprodução

Pesquisa de Demanda

A pesquisa de demanda é considerada uma das principais ferramentas para que os responsáveis pelo turismo na cidade realizem estratégias para alavancar o número de visitantes. Durante o estudo são identificados dados como: As principais motivações do turista para a realização da viagem, tempo de permanência, serviços consumidos durante a estadia, nível socioeconômico e as principais expectativas do turista em relação aos produtos consumidos durante a estadia, bem como o perfil dos gastos financeiros.

Para a Diretora de Estudos Econômicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Edmara Fonseca, o turismo tem um papel fundamental na economia de Ouro Preto e isso está retratado na pesquisa, que revela não só as preferências dos visitantes, mas também fornece dados valiosos para a compreensão do turismo em diversas esferas econômicas do município.

Flávio Malta, secretário de Turismo, também destacou a importância da pesquisa de demanda para a cidade de Ouro Preto:

Este estudo é muito importante, para desenvolvermos ações de políticas públicas voltadas ao setor do Turismo, para tornarmos Ouro Preto, um destino ainda melhor!

Flávio Malta, secretário de turismo

Depois dos mineiros, paulistas são os que mais visitam a cidade histórica

De acordo com o levantamento, 49,65% dos visitantes de Ouro Preto são de Minas Gerais, seguido do estado de São Paulo, com 21,62%, e o Espírito Santo fecha o pódio com 8,10% das visitas. Estados como Rio de Janeiro, Bahia, Maranhão e Paraná, também estão no ranking da pesquisa, porém, em menor número.

O Centro Histórico é sempre um atrativo aos turistas

Outro dado interessante levantado na pesquisa está relacionado ao gasto médio do turista durante a sua estadia em Ouro Preto. Os turistas que mais gastaram na cidade recebem, em média, de 3 a 5 salários mínimos (28,05%), seguidos dos visitantes que recebem entre 5 e 10 salários mínimos (23,17%)

Perfil do Turista

Ao traçar o perfil do turista, a pesquisa levantou dados importantes quanto ao tempo de estadia na cidade, os principais meios de hospedagem e transporte, além da motivação dos visitantes à conhecerem a cidade de Ouro Preto.

De forma geral, o tempo médio dos turistas na cidade é de 3 dias. Durante esse período, 51,22% se hospeda em hotéis e pousadas e 21,15% não fica na cidade, algo que pode estar atrelado ao alto custo nesse setor.

O meio de transporte mais utilizado de quem chega à Ouro Preto é o veículo próprio, com 64,75% seguido do ônibus, com 32,35%, e o lazer é a principal motivação para conhecer a cidade, seguido dos interessados em história e cultura, e religiosos e peregrinos.

Museu da Inconfidência, na Praça Tiradentes, em Ouro Preto. Foto: Ane Souz / Flickr / Reprodução

Importância de levantar esses dados

Para o Diretor de Turismo Felipe Xavier, a pesquisa é um dos melhores instrumentos para indicar quais pontos são os caminhos para que seja possível mensurar o desenvolvimento das políticas relacionadas ao setor:

Um dos pontos positivos é o fato de a pesquisa demonstrar que as pessoas que visitam a cidade têm interesse em voltar, o que significa que Ouro Preto está entregando algo de positivo para esses turistas

Felipe Xavier, Diretor de Turismo

De acordo com os setores responsáveis, os resultados obtidos no levantamento trouxeram respostas significativas e que podem contribuir muito com a elaboração e otimização de políticas públicas para o desenvolvimento local. Além disso, o material é uma importante fonte de informação para viajantes que procuram dados sobre infraestrutura, atrativos turísticos e demais referências para conhecer a região.

Leia também: