O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Congonhas zera leitos clínicos de Covid-19 pela primeira vez

A prefeitura diz que a boa notícia se deve à grande adesão da população à imunização contra a Covid-19.

Rômulo Soares 22 de novembro de 2021 às 20:43
Tempo de leitura
2 min
Foto: Biblioteca de Imagens do Canva
Foto: Biblioteca de Imagens do Canva

Pela primeira vez desde o início da pandemia, Congonhas não registrou nenhuma ocupação nos leitos clínicos destinados à Covid-19. A informação foi divulgada no boletim epidemiológico desta segunda-feira, 22 de novembro, divulgada pela Prefeitura Municipal. A administração do município coloca que a boa notícia se deve à grande adesão da população ao processo de imunização contra o novo coronavírus, que teve início em 20 de janeiro na cidade.

Nas últimas 24 horas, foram confirmados dois novos casos e 46 pessoas continuam sendo monitorados em casa. Ao todo, Congonhas já registrou 8.541 casos positivos de Covid-19, com 110 mortes pela doença.


Outubro foi o mês com menos óbitos no ano em Congonhas, com apenas um registro de morte devido à Covid-19. Em novembro, até o momento, ainda não foram registrados oficialmente falecimentos pela Covid-19 até esta segunda-feira. Sobre aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19, a ocupação é de 20%.

O “vacinômetro” da Secretaria de Estado de Saúde registra, em Congonhas, 47.612 pessoas imunizadas contra a Covid-19 com a primeira dose, 38.488 com a segunda e 1.665 com a terceira. Além disso, 4.420 congonhenses receberam a dose de reforço. Portanto, segundo a pasta, 87,7% da população da cidade está parcialmente imunizada e 73,94% recebeu a imunização completa.

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.