O que você procura?


Saiba por que você deve continuar usando máscara mesmo depois da vacina

Elis Bohrer 26 de agosto de 2021 às 21:16
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

A pandemia da Covid-19 traz consigo a importância do cuidado com a saúde e de estar sempre protegido.

Ter uma alimentação saudável, praticar exercícios e realizar acompanhamento médico são atitudes necessárias para uma saúde de qualidade.

Porém, quando o assunto é coronavírus, o cuidado deve ir além.

Mesmo com a fabricação de vacinas e a disponibilização das mesmas para a sociedade, ainda vai levar um tempo para que todos estejam vacinados e para que haja uma redução do nível de transmissão do vírus.

Neste caso, uma das melhores formas de proteção continua sendo o uso da máscara de proteção respiratória.

Ela aumenta as chances de proteção, pois evita o contato com as pequenas gotículas, que podem ser expelidas por pessoas infectadas.

LEIA TAMBÉM:  Alunos da escola de Monsenhor Horta testam positivo para Covid-19, em Mariana

Essas gotículas carregam o vírus, que podem entrar em contato com as vias áreas e se multiplicar com rapidez pelo corpo e causar sequelas irreversíveis, podendo levar até a morte.

Esse por si só já é um grande motivo para usar a máscara sempre, mas, ainda há quem duvide de sua eficácia e também se incomode com o uso constante do equipamento.

Mas, atualmente as indústrias de equipamentos de proteção evoluíram muito e hoje já distribuem muitos modelos de máscara de proteção respiratória individual que surpreendem pelo conforto e eficiência.

Máscara recomendada

Uma boa máscara protege as vias respiratórias contra poeiras, fumaças, viroses e bactérias. Ela deve contar com pelo menos três camadas e oferecer ótima vedação, para evitar que o ar entre no decorrer do uso.

LEIA TAMBÉM:  Prefeitura de Itabirito define retorno das aulas 100% presenciais a partir da próxima semana

Outro atributo que faz a diferença é a forma como ela se encaixa nos mais diferentes formatos de rosto. Ela deve se ajustar adequadamente no nariz e cabeça para proporcionar maior conforto.

As máscaras de proteção da classe PFF-2 (S) e N95 são as mais recomendadas pelos órgãos mundiais de saúde. Elas oferecem proteção respiratória eficaz e são descartáveis, evitando assim contaminação por excesso de uso e manuseio.

Cuidados com a máscara

Para garantir a eficácia das suas medidas de proteção com a máscara é preciso ter alguns cuidados na hora de colocá-la .

Usá-la da forma correta é fundamental para evitar contaminação. Por isso, é importante sempre higienizar as mãos antes de manuseá-la..

LEIA TAMBÉM:  Brasil alcança menor taxa de transmissão da Covid-19, aponta estudo

Certifique-se de que ela está cobrindo o nariz, boca e queixo de forma confortável e adequada.

Quando estiver usando, tome cuidado com a máscara, evite tocá-la na parte frontal e troque-a sempre a cada duas horas.

 Proteção redobrada

As máscaras de proteção agem como barreira física contra as gotículas, que podem se aproximar por meio de tosse, espirros e conversas.

Por isso, é importante usar a melhor máscara de proteção possível.

A máscara é extremamente necessária em locais públicos. 

Mas, lembre-se: nem uma medida de proteção sozinha é eficaz.

É preciso atenção também para o distanciamento social de pelo menos dois metros, limpeza constante de mãos e superfícies, além da vacinação de todos.

Última atualização em 28 de agosto de 2021 às 07:48