Se em alguns momentos da temporada a apreensão tomava conta do torcedor cruzeirense com a equipe sendo uma das principais candidatas ao rebaixamento para a Série B, flertando com o Z-4 e sem mostrar nenhum poder de reação durante as partidas, parece que agora a situação está mais controlada.

Após a demissão de Zé Ricardo, Paulo Autuori e Fernando Seabra assumiram de forma interina com a missão de “apagar o incêndio” causado pela derrota diante do já rebaixado Coritiba. Com a invasão em campo da torcida e ameaça aos jogadores, a situação estava tensa na Toca. Era clara a necessidade de um nome forte à frente do clube para tirar o Cruzeiro dessa situação incômoda e que tanto tirou o sono do torcedor. Por esse motivo, Pedro Martins e Ronaldo precisaram convencer o campeão da américa com o Cruzeiro em 1997 a assumir o cargo até o final do ano, convite que já havia sido recusado após a demissão do português Pepa.

Com a nova comissão interina, a Raposa ainda não perdeu. Ao todo, foram 15 pontos disputados e 9 conquistados, com vitórias em cima de Fortaleza e Goiás fora de casa, além dos empates diante de Vasco, Athletico e Botafogo.

Paulo Autuori é um dos principais responsáveis pela permanência do Cruzeiro na elite do Campeonato Brasileiro. Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro / Flickr

O jogo

Mais uma vez, o Cruzeiro demonstrou sua carência no setor ofensivo. Diante do abalo psicológico do Botafogo, a equipe conseguiu, em vários momentos da partida, conseguiu ter o domínio de jogo para criar oportunidades claras de gol, principalmente saindo dos pés de Matheus Pereira, que em vários momentos deixou seus companheiros em boa condição para abrir o placar, mas como de praxe, pecaram na finalização da jogada.

O fato é que o Cruzeiro vai precisar se reforçar para a próxima temporada se não quiser repetir o mesmo roteiro de 2023. Não só diante do Botafogo, mas também contra Athletico e Goiás, ficou evidente que a maior contratação da temporada se sente sozinho em alguns momentos da partida, visto que várias jogadas de perigo saem do pé de Pereira, mas ninguém consegue aproveitar as chances por ele proporcionadas.

YouTube video
Confira os melhores momentos de Botafogo 0x0 Cruzeiro

Após a partida, Fernando Seabra concedeu entrevista coletiva no Nilton Santos, e além de parabenizar os garotos da base que entraram muito bem nessa reta final, afirmou que o desgaste físico dos atletas em virtude da sequência de jogos pesou na conclusão das jogadas.

hoje ficou claro que a sequência de jogos decisivos, mentalmente desgastantes e fisicamente exigente ela pesou.

Fernando Seabra, membro da comissão técnica interina do Cruzeiro
YouTube video
Confira a entrevista completa de Fernando Seabra

Foco no Palmeiras e na Sulamericana

Apesar do empate, a vitória do América diante do Bahia assegurou o Cruzeiro na elite do Campeonato Brasileiro. Agora, a raposa enfrenta o Palmeiras, virtual campeão, em casa para buscar uma vaga em uma competição internacional, fato que não acontece desde 2019.

Um empate já garante o Cruzeiro na próxima Sulamericana, no entanto, caso o resultado não aconteça – já que estamos tratando da melhor equipe do país contra um time que já apresentou claros sinais de limitação ofensiva – a Raposa pode secar o Santos. Em caso de empate ou derrota do peixe na Vila Belmiro diante do Fortaleza, os comandados de Autuori também garante a vaga, atingindo o objetivo traçado por Ronaldo no início do campeonato.

COMENTÁRIOS
Share.

Graduando em Jornalismo na Universidade Federal de Ouro Preto. Colunista de Cidades do Portal Mais Minas, com passagens por Fora das 4 Linhas e Vai que Tô Te Vendo.