Início Futebol Atlético Desabafo de Roger Guedes / Escolha por reservas: veja mais 2 detalhes...

Desabafo de Roger Guedes / Escolha por reservas: veja mais 2 detalhes do empate do Galo contra o Ferroviário

Desabafo de Roger Guedes / Escolha por reservas: veja mais 2 detalhes do empate do Galo contra o Ferroviário
Roger Guedes foi titular na partida contra o Ferroviário (Foto: Bruno Cantini / Atlético)

O Atlético está classificado para a quinta fase da Copa do Brasil após conseguir empate por 2 a 2 contra o Ferroviário, em Fortaleza, nessa última quarta-feira (18). Porém o jogo não foi nada fácil, especialmente no primeiro tempo, com 99% do time reserva (exceção do goleiro Victor) em campo. E o técnico Thiago Larghi, justificou sua escolha por essa formação. Além dele, Roger Guedes, autor do primeiro gol atleticano na partida, desabafou sobre seu mau momento no clube, que inclui, inclusive, boatos sobre uma eventual saída do Atlético.

O contexto – Teoricamente, muitos esperavam uma classificação fácil do Atlético diante do Ferroviário na segunda partida da Copa do Brasil nessa última quarta-feira (18), em Fortaleza, uma vez que o primeiro confronto foi vencido por 4 a 0 em Belo Horizonte, porém não foi bem assim, especialmente no primeiro tempo em que 99% do time foi composto por jogadores reservas. E o técnico Thiago Larghi, justificou sua escolha por essa formação na partida.

“Foi uma partida em que a gente optou por um time alternativo por dois motivos. Primeiro, poupar os jogadores que vinham em uma sequência dura, com viagens e jogos fora. Segundo, para dar oportunidades para os jogadores jovens, que estão se entrosando. O primeiro tempo não foi satisfatório. No segundo tempo, soubemos reagir. É uma competição difícil. Entraram 80 e agora sobraram cinco”. Afirmou o treinador atleticano logo após o empate.

Já Roger Guedes, autor do primeiro gol atleticano no empate contra o Ferroviário, e que vem sendo muito questionado pelos torcedores por conta de seu mau rendimento em campo, aproveitou o fim de jogo para desabafar.

“Corri bastante. Estava precisando jogar 90 minutos novamente. Isso que estava me deixando chateado, de ter ido para o banco de reservas, que é uma coisa normal e eu não soube assimilar. Eu sou meio cabeça quente e acabo me estourando fácil. Mas estou melhorando com ajuda dos meus companheiros e da minha família”, relatou o atleta ao globoesporte.com.

Roger Guedes também falou sobre a primeira partida do Campeonato Brasileiro (derrota por 2 a 1, de virada, para o Vasco), em que ele, de calcanhar, deu um passe direto para o adversário, destruindo uma boa jogada de ataque e, que ainda, proporcionou o contra-ataque que terminou no pênalti e, consequentemente, gol de virada do time cruz-maltino.

“Fiquei bastante chateado. Acabei até chorando no vestiário, porque atleta nenhum quer errar, ainda mais em um momento que eu estava com a cabeça pesada na semana. O jogo estava 1 a 1 quando eu entrei e é muito difícil eu errar um passe daquele. Isso acontece, só quem está ali que pode errar”, desabafou o camisa 23.

Guedes ainda explicou sobre boatos de que poderia estar de saída do time do Galo.

“Eu estou muito feliz aqui no Atlético-MG. É um clube maravilhoso, sempre falei isso. A imprensa que falou de eu sair, que estava mal com o grupo, mas não tem nada disso. Todo mundo sabe que eu sou um menino bom, garoto sensacional com todo mundo, mas algumas brigas minhas de cabeça quente que acabam sujando meu nome. Quem me conhece sabe a pessoa que eu sou”, esclareceu o jogador, ainda em entrevista ao globoesporte.com.

Leia também:

RECEBA O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS DIARIAMENTE
Digite seu Nome:

Digite seu E-mail: