Take a fresh look at your lifestyle.

Existe vida sem Arrascaeta?

Meia uruguaio volta a sofrer assédio de times do exterior e sua presença para o ano de 2019 é incerta

É sempre bom ter no seu time aquele cara diferenciado, que decide os jogos e chama a responsabilidades nos momentos em que a equipe mais precisa. É o tão procurado craque! Mas quando isso ocorre no futebol brasileiro, um mercado exportador, logo surge uma pulga atrás da orelha do torcedor: o time conseguirá sobreviver a uma eventual saída desse homem de referência? Será possível uma reposição à altura?

Esse é o dilema que o cruzeirense vive ao pensar em seu camisa 10, o meia uruguaio Giorgian de Arrascaeta, que vive sua melhor fase na carreira e é considerado por muitos o melhor jogador em atividade no futebol brasileiro. Fazendo uma grande temporada, o atleta de 24 anos vem chamando a atenção do futebol internacional mais do que nunca. Sempre alvo de especulações, Arrascaeta pecava muito pela irregularidade em outras temporadas, fato que não se repetiu em 2018. Isso, se juntando com a presença na Copa do Mundo, deixou o xodó da torcida celeste ainda mais valorizado no mercado.

Não é difícil entender porque uma eventual saída de Arrascaeta assusta tanto a torcida celeste. O jogador já deixou seu nome marcado de diversas formas na história do clube. “Arrasca” já é o jogador estrangeiro que mais atuou e marcou gols para o Cruzeiro: são 186 jogos disputados, tendo balançado as redes 50 vezes. Também é o maior artilheiro do “novo Mineirão”. Além de tudo isso, o camisa 10 ainda marcou nas finais da Copa do Brasil de 2017 e 2018, onde a equipe celeste acabou levantando o troféu de bicampeã.

Uma eventual perda do craque não seria o fim do mundo. Mas o dinheiro recebido pelo atleta teria de ser investido com muito apreço e criatividade, da mesma forma que foi feita em sua própria contratação, ainda em 2015. Arrascaeta hoje é peça chave do elenco celeste e sua capacidade de decisão é algo que impressiona. Substituir o jogador seria uma árdua tarefa, mas, apesar do carinho pelo nosso jovem ídolo, sabemos que as condições financeiras do clube preocupam e que uma boa quantia financeira seria muito bem recebida no clube. Enfim, vejamos os próximos capítulos. Que ele fique, mas se for, só nos restará saudade.

Close