Festival de Inverno Vilas e Favelas começa neste sábado, 18

A quinta edição do Festival de Inverno Vilas e Favelas começa neste sábado, 18. O festival oferecerá 40 atrações gratuitas, distribuídas entre oficinas, espetáculos artísticos e palestras. Tudo será transmitido pela internet.

A cantora Manu Dias abrirá o Festival hoje. A sambista lançou seu primeiro álbum em 2019, com dez faixas autorais e produção de Thiago Delegado e Alexis Martins. Com sua voz singular e carisma sem igual, certamente a artista sacudirá as redes neste sábado.

No domingo, 19, haverá o Painel e Debate: Juventude Congadeira na Universidade. Participarão: Hemily Maia; Kaderson Robson; Marcelo Luiz; Fabiano Maranhão; Iara ferreira.

O pandeirista Marcos Suzano também está irá pintar no Festival. O artista estudou ritmos africanos num grupo em que Paulo Moura também fazia parte, já tocou com Zizi Posse, Marisa Monte, Gilberto Gil, Lenine, entre outros artistas do cenário musical brasileiro. Marcos Suzano irá contribuir com o festival oferecendo três vídeo aulas de pandeiro.

Também vai ter Contação de História dentro do Festival de Inverno Vilas e favelas. Nesta edição, a escalada foi Dulcineia, que além de contar histórias, vai ensinar como construir bonecas de Abayoni que vem do Iorubá, que significa alegria e felicidade.

Embora o Festival tenha divulgado o número de atrações, não lançou a programação. Ao longo dos 28, o festival lançará a grade aos poucos.

O festival é fruto da parceria entre ‘A Rebeldia’ com a Fundação Nacional das Artes (Funarte) e é apoiado pela Fundação Municipal de Cultura (FMCBH), com promoção da Casulo Cultural.

A programação do festival de Inverno Vilas e Favelas será transmitida pelo cabal oficial A Rebeldia, no Youtube.

Leia também: 5 documentários que todo mundo deveria assistir.

Comentários