Festival Literário Internacional de Belo Horizonte acontece até o próximo domingo (29)

NEWSLETTTER

RECEBA O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS DIARIAMENTE
Digite seu Nome:

Digite seu E-mail:

Escolha o tipo e/ou às localidades que você deseja receber notícias -

Destaques

Incêndio em fábrica de Ribeirão das Neves deixa uma pessoa ferida

Um senhor de idade ainda não divulgada foi vítima das chamas que atingiram a fábrica de tecido Ematex, localizada...

Vale é obrigada a retirar animais de área de barragem em Ouro Preto

Após elevação do nível 2 de emergência na mina Doutor, em Ouro Preto, ocorrida na última quarta-feira, 1º de...

Cadastro para receber auxílio emergencial de R$ 600 começará na terça-feira (7)

O Governo Federal lança na próxima terça-feira (07.04) um aplicativo para os trabalhadores sem cadastro nos programas sociais inserirem...

Como higienizar compras feitas por delivery durante a quarentena

Os brasileiros que já estavam se adaptando aos aplicativos que oferecem o serviço de delivery de comida pronta, como...

Praça da Liberdade e Parque JK são interditados pela Prefeitura de Belo Horizonte para evitar aglomerações

A partir do próximo sábado (4), a Praça da Liberdade, no bairro Funcionários, e o Parque JK, no bairro...

Com cinco dias de evento e com programação gratuita e diversificada, o festival traz palestras, rodas de conversa, oficinas, saraus, contação de histórias, lançamentos, exposições, espaço literário, feira de livros, sessões de autógrafos com escritores e escritoras independentes e muito mais.

Na edição deste ano, o FLI-BH presta uma homenagem ao escritor e poeta Adão Ventura (1939-2004). Nascido em Santo Antônio do Itambé, no Vale do Jequitinhonha, Adão Ventura Ferreira dos Reis trabalhou como revisor do Suplemento Literário do Minas Gerais, órgão oficial do Governo do Estado. Leitor assíduo, publicou seu primeiro livro, “Abrir-se um abutre ou mesmo depois de deduzir dele o azul”, em 1970. De lá para cá, lançou mais seis livros e participou de diversas antologias literárias.

Haverá ainda a menção honrosa concedida a dois renomados escritores, Leda Maria Martins, professora na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Ailton Krenak, considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro.

As atividades concentram-se no Parque Municipal Américo Renné Giannetti (Av. Afonso Pena, 1377 – Centro, Belo Horizonte). As oficinas ocorrem no Parque e no Centro de Referência da Juventude – CRJ (Praça da Estação, s/n, Centro, BH) e a Mostra de Cinema, no MIS Cine Santa Tereza (R. Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza).

 

- Advertisement -