AcidenteCorpo de BombeirosDestaqueSaúde

Fhemig atende 770 ocorrências de acidentes domésticos em 2020 e bombeiros fazem alerta durante a quaretena

De acordo com os dados fornecidos pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) revelaram que 8.064 pessoas tiveram atendimento nos hospitais da rede por queda em altura relativamente igual ou menor que a do próprio paciente. São 2.229 quedas de pessoas em escadas, 837 quedas da cama ou sofá e 449 pessoas que caíram da lage ou do telhado no ano de 2019.

A pesquisa ainda aponta que apenas no mês de março de 2020, 559 pessoas caíram de uma altura igual a dos pacientes, 134 caíram de escadas, 54 caíram da cama ou sofá e 23 pessoas tiveram quedas de lages e telhados.

Também neste ano, até o mês de março, os hospitais da Fhemig atenderam 393 vítimas de impacto de objetos diversos, 323 tiveram ferimentos com objetos cortantes e 24 pessoasse acidentaram com choque elétrico.

Com os números apresentados na pequisa, sobe o alerta sobre evitar acidentes dentro de casa durante o período de isolamento social devido ao coronavírus. O Corpo de Bombeiros (CBMMG) também orienta sobre essa preocupação, já que acidentes domésticos podem contribuir com a superlotação do sistema de saúde expor ainda mais as pessoas ao risco de contaminação pela doença.

Dicas de segurança e prevenção em casa

O Corpo de Bombeiros trouxe a sugestão que com um tempo maior dentro de casa é comum que as pessoas aproveitem deste tempo para fazer reparos no telhado, limpar a calha, consertar instalações elétricas e hidráulicas, e fazer faxinas com produtos de limpeza, o que não exclui o risco exposto à essas atividades.

Com isso, o Mais Minas Trouxe algumas sugestões para garantir maior segurança durante o tempo de quarentena em casa. Confira:

Produtos de limpeza: deixe-os sempre em locais fora do alcance de crianças, que podem ingeri-los sem querer, ou mesmo adultos, que podem confundi-los com outros líquidos;

Tropeços e escorregões: pisos molhados e úmidos podem gerar graves acidentes. Em pisos secos, mas que são naturalmente escorregadios, evite andar de meias. Também tome cuidado para não tropeçar em tapetes dobrados ou levantados;

Móveis: móveis pontiagudos, gavetas abertas e objetos fora do lugar podem machucar as pessoas que andam distraídas pela casa. Portanto deixe seus armários e outros móveis organizados e devidamente fechados;

Escadas: o ideal é que todas as escadas fixas de uma casa tenham corrimão. Mantenha a escada seca, certifique-se que não há nenhum papel ou resto de comida para que evite escorregões. Também tome cuidado ao descê-la, olhando os degraus para que não erre o passo e possa cair podendo trazer complicações com lesões;

Iluminação: evite falhas em iluminação, principalmente, em lugares com irregularidades no piso. Certifique-se que todas as lâmpadas estão funcionando para que a noite não haja problemas ou perigo de circulação;

Vazamento de gás: Atente-se a vazamentos e verifique sempre se o registro está ajustado e a mangueira não está ressecada ou encostada na parte de trás do fogão;

Panelas quentes: enquanto as panelas estiverem quentes, certifique-se sempre de que os cabos estão para o lado de dentro, assim você evita esbarrar e derrubar o conteúdo;

Facas e objetos pontiagudos: deixe as facas e outros objetos cortantes em lugares seguros e de difícil acesso;

Janelas e sacadas: evite se debruçar em janelas ou sacadas. Quando for limpá-las, tome muito cuidado para que seu corpo permaneça dentro da casa. Se tiver crianças ou animais de estimação, instale telas ou redes de proteção;

Choques: não mexa em equipamentos eletroeletrônicos quando estiver com as mãos molhadas;

Piscinas e banheiras: não se esqueça de que crianças nunca devem ficar sem supervisão em banheiras ou piscinas.

Veja também: Ministério da Saúde diz que primeira morte por coronavírus no Brasil aconteceu em Minas Gerais, em janeiro

Comentários do Facebook
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar