IBGE decidiu adiar a realização do Censo Demográfico para 2021

Alinhado às ações do Ministério da Saúde no combate ao Covid-19, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) decidiu adiar a realização do Censo Demográfico para 2021.

A decisão levou em consideração a natureza da pesquisa que vai a todos os domicílios do país e que coloca recenseadores em contato próximo com moradores dos cerca de 70 milhões de domicílios a serem visitados. Consideramos, ainda, possíveis impactos das medidas preventivas na cadeia de treinamento da operação que envolve mais de 200 mil contratados em todo o Brasil, o que poderia comprometer a qualidade do trabalho.


Com o adiamento, nosso instituto se ajusta às recomendações do Governo Federal diante do quadro de emergência de saúde pública causado pelo Covid-19, atendendo assim às restrições diante da pandemia, e se solidariza ao momento pelo qual o país passa.


Os recursos previstos para a realização do Censo, no total de R$ 2,3 bilhões, serão alocados para o Ministério da Saúde promover ações de enfrentamento ao Covid-19, com o compromisso da pasta de realocar no orçamento do IBGE do próximo ano igual valor para assegurar a operação censitária.


Agradecemos a todas as instituições parceiras, autoridades e à sociedade em geral que se empenhou na divulgação e apoio ao Censo 2020.

Veja também: Medias e impactos: Romeu Zema fala sobre novo coronavírus em Minas Gerais

Comentários