Incêndio destrói ‘Portal Lateral da Nave” da Igreja do Rosário, em Ouro Preto

Na madrugada desta segunda-feira (11), por volta das 4h, um taxista que passava pelo bairro Rosário acionou o Corpo de Bombeiros para informar sobre um incêndio no Portal Lateral da Nave da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

De acordo com os Bombeiros, quando a equipe chegou ao local, mais da metade da porta já estava em chamas. A Corporação também informou que havia um andaime encostado na porta, do lado de dentro, e ele possuía madeirites, que é altamente combustível, o que agravou a situação do incêndio. “Foi empregado uma Linha Direta para debelarmos as chamas, impedindo que elas tomassem o interior da edificação”.

Em entrevista a Rádio Itatiaia Ouro Preto, o Padre Marcelo Santiago, reitor da Basílica do Pilar, falou que recebeu com tristeza e muita dor a informação do incêndio e destacou a ação dos Bombeiros. “O fato de o Corpo de Bombeiros ter sido acionado rápido ajudou para que o fogo não avançasse. Se não fosse rápido, poderia ter acontecido algo pior. É uma tristeza e uma dor muito grande”, disse.

O reitor também destacou que agora é o momento de entender o que aconteceu. “Esse incêndio não deixa de ser criminoso. À noite lá fica deserto, escuro, é um local onde as pessoas se encontram, alguns com dependências químicas, que podem acender cigarros ao redor da igreja e sem darem conta de que isso pode gerar um incêndio de grandes proporções”.

Ainda durante a entrevista, Marcelo Santiago destacou que devem ser promovidas políticas públicas de seguridade para todo esse acervo artístico e religioso. “Procurar caminhos para que tenhamos uma atenção de, pelo menos, fazer uma pequena ronda nos espaços das igrejas e dos outros casarios artísticos. O que aconteceu hoje precisa deixar lições. Isso é um alerta no sentido de nos adiantarmos com iniciativas concretas para proteger todo esse acervo”.

Sobre a Igreja do Rosário

Essa esplêndida construção de autêntica arquitetura barroca é tradicionalmente conhecida como Rosário dos Pretos. Sua planta e fachada curva a transformam em uma das maravilhas da arte mineira setecentista. Apenas ela e a São Pedro dos Clérigos, em Mariana, possuem essa característica em Minas Gerais, a de serem verdadeiramente barrocas em sua arquitetura.

Comentários