Mais Minas
Portal de notícias de Minas Gerais

Jair Bolsonaro passará por nova cirurgia após facada

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), passará pela 4ª cirurgia após facada que sofreu durante companha eleitoral em Juiz de Fora, em setembro do ano passado. A necessidade da cirurgia foi confirmada na manhã deste domingo (1), após encontro do presidente com o médico Antonio Luiz Macedo.

A data da operação ainda não foi divulgada, entretanto, em rede social, Bolsonaro afirmou que deve ficar cerca de dez dias afastado para se submeter ao procedimento e se recuperar em repouso.

A avaliação no paciente aconteceu no aeroporto de Congonhas, onde Bolsonaro desembarcou nesta manhã, por volta das 8h. Quem ficou responsável pela avaliação, foi o médico Antonio Luiz Macedo, membro da equipe que tratou o presidente no hospital Albert Einstein após a facada.

Na última sexta-feira (30), Macedo afirmou que havia o risco de Bolsonaro ter hérnia na região atingida, mesmo depois de três cirurgias. Entretanto, o motivo da quarta cirurgia ainda não foi confirmado.

O surgimento de hérnias é considerado normal após o quadro clínico do presidente. A parede abdominal de Bolsonaro ficou fragilizada após o grande trauma e as sucessivas operações e procedimentos cirúrgicos.

As cirurgias de Jair Bolsonaro

A primeira cirurgia do presidente aconteceu no mesmo dia do atentado, em um hospital de Juiz de Fora. Durante o procedimento Bolsonaro precisou de quatro bolsas de sangue, além de ter implantado uma bolsa de colostomia.

Alguns dias depois, em São Paulo, o presidente passou por uma segunda cirurgia. Os médicos reabriram o corte da primeira cirurgia, onde encontraram uma obstrução no intestino delgado, na parte esquerda do abdômen.

Em janeiro deste ano, ele voltou até o hospital Einstein, em São Paulo, e a cirurgia feita foi para retirar a bolsa de colostomia e o ligamento no intestino.

Comentários do Facebook
você pode gostar também