The news is by your side.

Jair: do banco de reservas para se tornar principal jogador do Atlético

O volante Jair vem se tornando o jogador preferido da torcida atleticana. Após fazer partidas decisivas sendo o principal protagonista do time, o atleta já atingiu o número de oito jogos como titular do Atlético e nenhuma derrota. Foram sete vitórias e um empate, nas partidas contra Athlético-PR e Bahia, em que o Galo perdeu, o medalhão da equipe alvinegra não jogou.
Analisando as estatísticas de Jair, é possível perceber que o volante lidera o número de desarmes no Brasil, com 67 interceptações. Somente nas últimas sete partidas, foram 30 roubadas de bola. Junto com Elias, o Atlético tem a melhor dupla de volantes defensivos, somando 116 vezes em que o adversário foi desarmado. Além disso, os dois também acertaram 519 passes, sendo 233 do experiente meio-campista, e 286 do novo titular atleticano.

Ainda sobre os números de Jair, em sete jogos, o volante concedeu uma assistência, deu seis passes para finalização, um drible, deu sete finalizações (média de uma por jogo), 16 faltas cometidas e cinco cartões amarelos.
A presença de Jair como primeiro volante do time trouxe uma característica diferente para a posição. Com o histórico de ter sempre um primeiro homem do meio de campo mais raçudo, como Pierre, Leandro Donizete e Adílson, no ano de 2019 isso mudou. Agora, a qualidade técnica do meio de campo atleticano está mais apurada, podendo ter até dois jogadores de trás chegando na área do adversário.

Indicação

O vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido Cunha, foi quem sugeriu a contratação do volante Jair. No ano passado, durante uma partida entre Galo e Sport pelo Campeonato Brasileiro, o vice fez questão de dar destaque ao jogador e chegou a compará-lo a jogadores como Anderson Talisca, ex-Bahia e que joga no futebol chinês.
O jogador foi contratado com o custo quase igual a zero, já que estava em fim de contrato com o Sport, que estava atrasando pagamento dos salários de seus jogadores. Com isso, a diretoria tratou de afirmar um pré-contrato com Jair, o que chegou até a surgir críticas, pelo fato do jogador ter caído de divisão com o seu atual clube. Entretanto, uma transferência para compor o elenco que já tinha Elias, Adilson e Zé Welison, se tornou principal titular do elenco atleticano.