Minas Gerais terá nova placa de identificação de veículos a partir de segunda-feira (17)

NEWSLETTTER

RECEBA O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS DIARIAMENTE
Digite seu Nome:

Digite seu E-mail:

Escolha o tipo e/ou às localidades que você deseja receber notícias -

Destaques

Resultado da Mega-Sena 2249, Quina 5238 e outras loterias de sábado (04/04)

Aconteceu na noite deste sábado, 04 de abril de 2020, os sorteios da Mega-Sena, Dia de Sorte, Quina e...

Estudante da UFOP é encontrado sem vida e primeiro exame para Covid-19 dá negativo

O corpo de um homem de idade ainda não informada foi encontrado na noite dessa sexta-feira (4) dentro de...

Coronavírus: crianças homenageiam profissionais da saúde de Congonhas

Os profissionais de saúde de Congonhas foram surpreendidos com palavras e desenhos de gratidão de dezenas de crianças congonhenses....

Incêndio em fábrica de Ribeirão das Neves deixa uma pessoa ferida

Um senhor de idade ainda não divulgada foi vítima das chamas que atingiram a fábrica de tecido Ematex, localizada...

Vale é obrigada a retirar animais de área de barragem em Ouro Preto

Após elevação do nível 2 de emergência na mina Doutor, em Ouro Preto, ocorrida na última quarta-feira, 1º de...

Minas Gerais terá um novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV) e será implantado a partir da próxima segunda-feira (17). Essa é uma medida que atende a uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e a adoção do modelo será obrigatória no primeiro emplacamento.

Os veículos que tiverem a placa antiga poderão continuar circulando. O novo padrão só será exigido em caso de transferência de estado ou município, mudança de categoria, perda, furto, roubo ou dano à identificação antiga.

O modelo antigo, de cor cinza, teve sua fabricação encerrada, por isso, em alguns casos, há a exigência da nova PIV. No site do Detran-MG é possível consultar a lista de empresas credenciadas para comercializar a placa.

O que muda?

Agora, com o novo modelo, as placas deixam de ter a cor cinza de fundo e passam a ser brancas com uma faixa azul na parte superior, contendo o logotipo do Mercosul, a identificação do país e a bandeira do Brasil.

E ainda, o que irá diferenciar a categoria do veículo é a cor da fonte. A preta será para veículos particulares, vermelha para os comerciais, azul para os oficiais e verde para os veículos de teste, além de dourado para os diplomáticos e prateado para os de coleção.

A sequência de números e letras também mudou. Antes, o modelo apresentava três letras e quatro números (LLL NNNN). Já as novas possuem quatro letras e três números (LLL NLNN). São mais de 450 milhões de combinações alfanuméricas.

O objetivo da medida é assegurar o monitoramento do veículo desde a produção, logística, estampagem e instalação das placas até a verificação da autenticidade. Com os novos meios tecnológicos, terá acesso à leitura de QR Code com um aplicativo, para os policiais e agentes de trânsito terem acesso às informações do veículo, e não haverá lacre de proteção.

Como adquirir?

Para adquirir as novas placas, o proprietário do veículo precisa de uma autorização do Detran-MG. Após isso, o motorista deverá ir até a estampadora credenciada para comprar a nova PIV.

Os preços cobrados pelas novas placas, em Minas Gerais, serão estabelecidos pelas empresas credenciadas, conforme livre concorrência no mercado. Porém, a relação comercial da empresa estampadora de PIV e o consumidor será fiscalizada pelo Detran-MG.

Leia também: Placas do Mercosul passarão a ser exigidas apenas para veículos novos

 

- Advertisement -