Mais Minas
Portal de notícias de Minas Gerais

Morre Albert Uderzo, quadrinista criador do ‘Asterix’

A família do quadrinista Albert Uderzo confirmou nesta terça-feira (24) sua morte aos 92 anos. “Albert Uderzo morreu dormindo em sua casa, em Neuilly, de um ataque cardíaco não relacionado ao coronavírus. Ele estava muito cansado há várias semanas”, disse Bernard de Choisy, seu genro, à AFP.

Imaginado por René Goscinny e Albert Uderzo, a série de histórias em quadrinhos Asterix surgiu no ano de 1959 e é baseada no povo gaulês, que habitou a Gália, região que compreende hoje a França, Bélgica e Itália. As primeiras publicações aconteceram na revista Pilote.

As 38 aventuras da série foram foram traduzidas para cerca de 80 idiomas, inspirou 13 adaptações para o cinema, além de jogos, brinquedos e até mesmo um parque temático.

Uderzo nasceu em 1927 em Fismes, no Marne, nordeste da França, em uma família de imigrantes italianos. Albert cresceu nos subúrbios de Paris, em Clichy-sous-Bois. O Mickey’s Journal foi  publicado pela primeira vez em 1934, ano em que a família Uderzo se tornou naturalizada em francês. Daltônico e nascido com seis dedos (operado quando bebê), o pequeno Albert começou a desenhar muito cedo e muito bem.

Ele também gostava de Mickey Mouse, cujas aventuras aparecem em Le Petit Parisien e descobriu um pouco mais tarde o personagem de Popeye , que tornou para ele uma inspiração.

Albert gosta de desenhar, mas também tinha vontade de ser mecânico de aviões. Foi seu irmão, Bruno, que estabeleceu o primeiro marco em sua futura carreira artística, apresentando-o à editora parisiense (SPE), que publicou livros e revistas para crianças. Ele tinha 14 anos.

É nesta casa, onde ficou por um ano, que Uderzo aprendeu o básico da profissão: letras, calibração de texto, edição de imagens. Ele também conseguiu colocar algumas ilustrações, como uma paródia da fábula The Raven and the Fox”,  nas páginas da revista Junior. Foi também lá que ele conheceu o autor dos quadrinhos Edmond Calvo, que o encorajou a persistir no desenho.

Nos últimos anos, ele enfrentou uma batalha judicial contra sua própria filha, Sylvie, pelo legado de Asterix. A briga havia começado em 2007, quando ela e seu marido foram destituídos do patrimônio de Uderzo. Em 2013, ele chegou a processar a filha por assédio. No ano seguinte, ele encerrou a disputa judicial com a filha após um acordo. Segundo a imprensa francesa, os dois abriram mão da batalha.

Relembre o personagem:

Comentários do Facebook
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também