O que você procura?

Com investimento de R$ 50 milhões até 2024, ecoresort será construído entre Ouro Branco e Ouro Preto

A novidade está sendo feita a 29 km da cidade histórica, no km 177 da MG-129, numa área de aproximadamente 10 mil m².
Rômulo Soares 22 de dezembro de 2021 às 09:43
Tempo de leitura
2 min
Foto: Instagram / Eco Resort Ouro Preto
Foto: Instagram / Eco Resort Ouro Preto

O grupo Ala Investimentos e Participações lançou a pedra fundamental do Eco Resort Ouro Preto nessa segunda-feira, 20 de dezembro. Esse será um novo empreendimento turístico que está ligado ao protocolo de intenções do Governo de Minas Gerais. A previsão é de que haja investimentos de R$ 50 milhões até 2024 para um resort de luxo, com 89 apartamentos, sendo 24 em um condomínio fechado.

A novidade está sendo feita a 29 km da cidade histórica, no km 177 da MG-129, entre Ouro Preto e Ouro Branco, numa área de aproximadamente 10 mil m². As obras iniciaram neste ano com a construção de um prédio de 24 apartamentos e a pavimentação do complexo. Todo o plano ambiental e de manejo do solo já foi aprovado pelos órgãos ambientais.


Conheça o projeto:

Vídeo: Instagram / Eco Resort Ouro Preto

O grupo Ala Investimentos e Participações é uma empresa familiar que opera nos ramos da incorporação imobiliária, motéis e energia renovável e pretende se transformar no maior produtor de extrato de algas marinhas do país nos próximos dois anos.

Além dos apartamentos, o ecoresort terá dois restaurantes, lounge bar, piscinas externa e aquecida com cobertura, salão de convenção e eventos, estacionamento para mais de 100 veículos, playground, quadras de tênis, beach tênis, campos de jogos e de minigolfe, spa Rituais da Serra, heliponto, pier com esportes náuticos, pista de caminhada de 900 metros, academia, brinquedoteca, redário, sala de jogos e áreas de convivência.

De acordo com os donos do empreendimento, o resort terá categorias diferenciadas de apartamentos para atender desde casais até famílias com quatro pessoas. O público que planejam atender é o mesmo que frequenta Campos do Jordão e Gramado. O apartamento mais simples terá 45 m².

“Ouro Preto Eco Resort na Serra de Itatiaia, junto ao ribeirão da cachoeira, na fronteira com Ouro Branco, será um dos mais importantes investimentos em turismo na nossa região, R$ 50 milhões aplicados, geração de emprego e renda. É o turismo abrindo caminho para o desenvolvimento social, econômico, ambiental e cultural de Ouro Preto”, disse o prefeito de Ouro Preto, Angelo Oswaldo (PV), que esteve presente durante o evento na última segunda-feira.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.