23.3 C
Belo Horizonte
domingo, 4 dezembro 2022

Renova Excursão

Prefeitura de Ouro Preto se manifesta sobre ação da Guarda Municipal na expulsão de manifestantes do gabinete do prefeito

Não terminou bem a manifestação ocorrida no prédio da prefeitura na noite de quarta-feira (19), em que várias pessoas foram exigir a saída da Saneouro da cidade de Ouro Preto. Imagens que circulam na internet mostram um momento tenso entre os manifestantes e a Guarda Civil Municipal, que usou gás de pimenta para dispersar a manifestação de dentro da prefeitura.

Com a repercussão do caso, a prefeitura de Ouro Preto se pronunciou na madrugada desta quinta-feira, 20. Confira a íntegra da nota:

Nota de esclarecimento

No final da tarde e início da noite desta quarta-feira, 19 de outubro de 2022, ocorreu manifestação contra as tarifas de água e esgoto cobradas pela concessionária Saneouro, organizada pelo grupo autodenominado Comitê Sanitário. O movimento acontecia em frente ao prédio da Prefeitura com tranquilidade.

Toda e qualquer manifestação é bem-vinda, inclusive a administração pública se orgulha desta mobilização do povo ouro-pretano, pois luta para o retorno dos serviços de saneamento às mãos públicas. Vale ressaltar que desde o primeiro dia de governo a atual gestão vem tentando combater a cobrança abusiva da água e esgoto para os munícipes, impelindo diversas ações judiciais, em frentes variadas, seja para reduzir a tarifa, seja para impedir a cobrança por hidrometração. Porém, por força do contrato firmado pelo governo passado, a empresa pôde iniciar a cobrança neste mês de outubro.

Os manifestantes foram recebidos no auditório da Prefeitura pelo secretário de Governo, Yuri Borges Assunção, pois o prefeito cumpre agenda oficial fora do Município. Vale ressaltar que a manifestação ocorria de forma pacífica, porém algumas poucas pessoas estavam mais exaltadas, inclusive fazendo uso de bebida alcóolica dentro do prédio público. Alguns destes mais exaltados tentaram invadir o gabinete do prefeito e passaram a danificar o patrimônio, com vários danos a portas, maçanetas e cadeiras, cujos efeitos serão objeto de perícia logo na manhã desta quinta-feira. Ao final, essas pessoas mais exaltadas usaram de violência física contra os representantes públicos que estavam presentes.

Diante desta situação, e sem conseguir a retirada dos manifestantes do prédio de forma pacífica, a Guarda Municipal fez uso dos meios necessários para a remoção dos manifestantes para que não houvesse mais prejuízos ao patrimônio público e nenhum risco às pessoas ali presentes.

A Prefeitura de Ouro Preto reafirma seu compromisso firmado na terça-feira, 18, durante a reunião da  Câmara de Vereadores, de que solicitará a rescisão do contrato com a Saneouro e convida a todos a serenarem os ânimos e a unir esforços para alcançar um objetivo que é comum. Divisões não ajudam nossa cidade a solucionar um problema herdado do governo anterior nem muito menos a vencer essa difícil batalha em favor do serviço público de saneamento básico.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: