O que rolou na última rodada do Campeonato Brasileiro?

por Davi Guimarães

O Campeonato Brasileiro finalmente chegou ao fim. Com emoção durante toda a noite de quarta-feira (6), mudança na tabela e emoções até o último minuto, a Rodada 38 do Brasileirão foi um teste para cardíaco para os torcedores, principalmente para quem brigava na parte de baixo da tabela.

Santos foi o último time rebaixado para a Série B. Foto: Raul Baretta / Santos FC / Flickr

Mas o que rolou na última rodada da competição? O Mais Minas preparou um artigo especial para te contar como foi a última noite de futebol no Brasil em 2023. Confira:

Resumo da Rodada

Em Salvador, o Atlético visitou o Bahia com chances de título, ainda que remotas. No entanto, o Tricolor de Aço não tomou conhecimento do bom momento vivido pela equipe de Felipão e logo abriu o placar com Cauly. O Galo até esboçou uma reação com o gol de empate de Paulinho, artilheiro do campeonato com 20 gols marcados, mas parou por aí. Ainda na primeira etapa, Luciano Juba marcou nos acréscimos e colocou o Esquadrão na frente do placar e fora do Z-4.

Na segunda etapa, Thaciano e Ademir definiram o confronto que eliminou qualquer possibilidade de título do Galo, além de jogar a responsabilidade para Vasco e Santos, que ainda atuavam e competiam com a equipe de Rogério Ceni na luta contra o descenso.

https://youtu.be/Z2ruZUgKbSI?si=qUYEdtRqLLTh2Uk5
Confira os melhores momentos de Bahia 4×1 Atlético

Enquanto isso, São Januário e a Vila Belmiro eram os locais mais tensos do país na noite de quarta (6). Com a vitória do Bahia, derrota parcial do Santos e o empate do Vasco no intervalo, as duas equipes se alternavam na zona de rebaixamento até o final da segunda etapa.

Por fim, o quarto rebaixado foi o Santos. A derrota em casa diante do Fortaleza selou o primeiro rebaixamento da história do peixe que agora, precisará se reerguer para voltar a elite do futebol em 2025.

Jogadores do Vasco celebram permanência na Série A. Foto: Leandro Amorim / Vasco da Gama / Flickr

Em Belo Horizonte, Cruzeiro x Palmeiras se enfrentaram no tão esperado jogo da entrega da taça. O Cruzeiro, que buscava confirmar a sua classificação para a Copa Sulamericana, precisava de um empate ou de um tropeço do Santos para confirmar a vaga, enquanto o Palmeiras dependia apenas de suas forças para ser campeão, podendo conquistar o décimo título nacional mesmo com uma derrota.

Além dos resultados favoráveis para as duas as equipes fizeram uma partida muito equilibrada, com chances claras em vários momentos da partida. Como destaque do alviverde, Endrick marcou o gol que abriu o placar no Mineirão após falha do volante Lucas Silva. Já pelo lado celeste, Matheus Pereira foi o principal nome, deixando os seus companheiros em vários momentos com chances claras de marcar. O gol de empate da Raposa saiu justamente em uma dessas jogadas.

Após bela jogada individual de Pereira, o camisa 96 achou Nikão livre na entrada da área. O meia, que fazia sua despedida com a camisa do Cruzeiro só teve o trabalho de tirar Weverton da jogada e deixar tudo igual no confronto.

Melhores momentos de Cruzeiro 1×1 Palmeiras

Tietagem, drama e desespero

Ao fim da rodada, as emoções afloraram nos estádios pelo Brasil. Em Belo Horizonte, comemoração e tietagem: No túnel de acesso aos vestiários o técnico palmeirense Abel Ferreira encontrou o gestor da SAF do Cruzeiro Ronaldo e não conseguiu esconder a alegria ao encontar o ídolo.

Confira o momento do encontro entre Ronaldo e Abel Ferreira

Na Vila Belmiro, em Santos, a partida terminou antes do previsto por conta da invasão de torcedores no gramado e muitas bombas jogadas dentro e fora do estádio. Passada a confusão, o goleiro João Paulo, muito identificado com a instituição, não conseguiu esconder as lágrimas causadas pela queda do alvinegro praiano.

Tensão após o rebaixamento do Santos

Leia também: