Datas

Páscoa: símbolos, tradições e uma mensagem para você

A Páscoa é um dia de alegria para os cristãos, porque comemora a ressurreição de Cristo. A palavra Páscoa vem do hebraico “Pessach”, que significa “passagem”. Para os judeus, a Páscoa é a comemoração da libertação de seu povo da escravidão do Egito. Para os cristãos, simboliza a ressurreição de Jesus Cristo, três dias após a sua morte.

Alguns símbolos são comuns em ambas as festividades, como o cordeiro, o pão sem fermento, peixes, ovos, círio pascal, entre outros. Tradicionalmente, este período é favorável aos batismos, um dos sacramentos da iniciação à vida Cristã. A Igreja também considera que os cristãos devem se confessar pelo menos uma vez no ano, durante o período pascal.

Símbolos e tradições da Páscoa:

 

O ovo, símbolo da vida:

O ovo de Páscoa é o símbolo do florescimento de uma nova vida e fertilidade. Muito antes da era cristã, o ovo já estava cheio de significado. Ele simboliza a promessa de vida e, portanto, sempre foi considerado um presente auspicioso. Quando o ovo estava associado à Páscoa, havia uma ligação clara entre a promessa de vida representada pelo ovo e a ressurreição de Cristo. Além disso, o belo formato do ovo faz dele um símbolo de perfeição.

Hoje, os ovos de páscoa são de chocolate. Essa tradição é relativamente recente. Os moldes em forma de ovo dos fabricantes de chocolate apareceram na primeira metade do século XIX. Ovos de Páscoa são pintados e decorados em todo o mundo. Em alguns países, a decoração de ovos é considerada uma arte.

 

Coelhos:

Os coelhos se tornaram símbolos de renovação da vida por terem muitos filhotes numa única ninhada. Eles representam a fertilidade, o nascimento e a esperança de vida.

 

Círio pascal:

O Círio Pascal é uma vela grande e branca que representa a Luz de Cristo. Ela é acesa na celebração da Vigília Pascal, na noite de sábado de aleluia e simboliza a presença de Jesus Cristo ressuscitado.

 

Cordeiro:

Em João 1,29, João Batista chamou Jesus de Cordeiro: “No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.”. A expressão é uma das mais antigas da Páscoa e é frequentemente utilizada na liturgia cristã, representando o sacrifício feito por Cristo para salvar a humanidade.

Com todo o seu coração e todo o ardor da sua alma, eleve sua voz como para testemunhar e declarar que Cristo vive. Jesus é seu Filho, o único Filho do Pai na carne. Ele é nosso Redentor; Ele é nosso mediador com o pai. Ele morreu na cruz para expiar nossos pecados. Ele se tornou os primeiros frutos da ressurreição. Que a Páscoa aqueça o seu coração e faça germinar a semente do amor, o amor que o Cristo nos ensinou: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Marcos 12:31).

O amor venceu a morte, a Luz conquistou escuridão, Cristo ressuscitou! Feliz Páscoa!

Fechar