Prefeito de Belo Horizonte garante reconstrução da cidade após fortes chuvas

Chuvas, deslizamentos, estragos nos asfaltos e enchentes. Esse foi o cenário presenciado durante os últimos dias pelos moradores de Belo Horizonte. Na última segunda-feira (3), Alexandre Kalil, prefeito da capital mineira, afirmou que os estragos causados pelas chuvas serão reparados o “mais rápido possível”.

De acordo com o governo, a prioridade é atuar na liberação do tráfego da cidade, visto que diversas ruas estão com suas vias paralisadas, pelos estragos causados. Uma das alternativas é a reconstrução de alguns trechos da rede de microdrenagem entre as avenidas Teresa Cristina e Amazona. A via, que estava interditada, foi liberada após três dias, mas ainda necessita de reparo.

Além disso, é necessário que haja uma limpeza na avenida Prudente de Morais e da BR 356, liberando o acesso a dois principais caminhos dos transportes coletivos de Belo Horizonte.

Além de medidas rodoviárias, foi disponibilizado vagas em pousadas pelo município e distribuído para as famílias atingidas colchões, cobertores, jogos de lençol, cestas básicas e refeições. Crianças e adolescentes abrigados em pousadas receberam acesso a um espaço de ensino, com direito a transporte e cinco refeições por dia.

Belo Horizonte recebeu recursos para as medidas emergenciais e ainda receberá R$ 200 milhões do governo estadual. Além de parte dos R$ 891 milhões disponibilizados pelo governo federal para cidades atingidas em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Comentários