Prefeito mineiro agride mulher e esfaqueia homem em praça pública

Por

O prefeito Diovane Policarpo de Castro (PV), de Maravilhas, cidade com aproximadamente 8 mil habitantes, localizada na região Central do estado, é suspeito de agredir uma mulher e esfaquear um homem na praça de uma cidade vizinha, no último sábado (7).

A polícia descobriu o caso após ser acionada pela unidade de saúde onde a mulher está internada. O homem que foi esfaqueado afirmou não ter denunciado o prefeito por se sentir coagido.

Tudo aconteceu na cidade de Pequi, que fica há 15 km de Maravilhas e possui apenas 4,4 mil habitantes. De acordo com o homem de 31 anos que foi esfaqueado, o prefeito estaria “visivelmente bêbado”. O homem disse aos policiais que viu o momento que Diovane agrediu a mulher na praça Santo Antônio, em Pequi.

Segundo o homem, ao ver a situação, teria tentado fazer com que o prefeito parasse as agressões à mulher, e foi então que foi cortado por um canivete, que acertou seu abdome. Ele ainda alega ter sido desafiado por Diovane, que dizia “vem cá, você não é muito homem?”, quando o homem se afastou.

O prefeito fugiu para um hotel quando viu o irmão mais velho da vítima chegar. O irmão, então, socorreu o homem e o levou para uma unidade de saúde de Sete Lagos. Somente na segunda-feira (9), a equipe da unidade acionou a polícia até o local. Segundo a vítima, ele não havia denunciado antes por medo de sofrer ameaças.

Um inquérito para apurar os crimes já foi aberto pela Polícia Civil. Testemunhas serão ouvidas e a vítima prestará depoimento após sair do hospital.

Sobre o prefeito

Diovane foi eleito em 2016 mas teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), em 2017, por abuso de poder econômico e compra de votos. Após recorrer da decisão, ele conseguiu permanecer com o cargo.

Tags : , , , ,

Postado em 11 de setembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.