MarianaPatrimônioTurismo

Prefeitura de Mariana faz lançamento oficial das obras de restauração da Igreja de São Francisco de Assis e Casa do Conde de Assumar

Cerimônia ainda vai contar com a apresentação do Museu da Cidade.

O evento vai ser realizado neste sábado (13), e terá início às 15h. A cerimônia vai ser realizada na Igreja Nossa Senhora do Carmo e é aberta para toda a população marianense.

Além das autoridades locais, o evento vai contar com a presença de representantes do Governo Federal, Estadual, Instituto do Patrimônio Histórico e Nacional (IPHAN), Arquidiocese de Mariana e representantes no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Os investimentos nas obras de restauração ultrapassam o valor de R$20 milhões. E incluem também a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, a restauração dos elementos artísticos integrados da Catedral da Sé e a reforma da Escola de Arte e Ofício. Dessa quantia, R$14,2 milhões serão de recursos não-reembolsáveis do BNDES.

A Casa do Conde de Assumar será sede do Museu da Cidade, e a gestão vai pertencer a prefeitura de Mariana. Enquanto a Igreja São Francisco de Assis ficará sob a administração e cuidados da Arquidiocese.

Importância do restauro

Após o crime da Samarco que abalou Mariana em 2015, a cidade, que como muitas em Minas Gerais, é dependente de mineração, viu sua receita cair em média 30%. Em números, essa porcentagem chega em praticamente R$70 milhões por ano.

A economia da cidade vem em declínio desde então, e chegou em um estado tão grave, que em março, o prefeito Duarte Júnior, o Du, declarou calamidade financeira em Mariana. A situação foi convertida, mas mostra como Mariana precisa de outras opções além da mineração.

Por isso, uma das alternativas para movimentar a economia da cidade é o turismo. Como há uma parte de suas igrejas fechadas, Mariana acaba perdendo a visita de muitos turistas.

Muitas vezes, eles preferem pernoitar em Ouro Preto e só visitar Mariana. Com a reforma da Igreja, o novo Museu e as outras restaurações, os turistas vão ter atrativos a mais para ficar na cidade.

Vão poder conhecer a imponência e beleza da Igreja São Francisco de Assis, que concentra obras de importantes nomes da arte barroca como o Mestre Ataíde. Além de ter acesso a história de Minas, da cidade e do país através do conhecimento cultural proporcionado pelo museu.

Histórico de interdições

Localizada na Praça Minas Gerais, a obra colonial, compõe junto com a Igreja Nossa Senhora do Carmo e, a Casa de Câmara e Cadeia, um dos principais pontos turísticos de Mariana.

Porém, a Igreja São Francisco de Assis encontra-se fechada desde 2012. Depois que um laudo do Iphan, identificou problemas na cobertura e estrutura do prédio.

Como há um grande comprometimento na base de madeira, instabilidade e deterioração intensa da cobertura, corria o risco da obra ruir sobre os fiéis e turistas.

A Casa do Conde Assumar, fica localizada atrás da Igreja e também oferecia riscos. Portanto, do mesmo modo, foi interditada pelo Iphan.

Porém, essa não foi a primeira vez que a obra foi fechada. A primeira vez foi em janeiro de 2009, após determinação da juíza Lúcia de Fátima Magalhães Albuquerque Silva.

O pedido mais uma vez foi solicitado pelo Iphan, mas mesmo com os problemas na estrutura, a Igreja foi reaberta em abril. Naquela época, nenhuma restauração foi realizada, agora a esperança é de que a obra só volte a ser aberta com os reparos concluídos.

 

Deixe seu comentário

Etiquetas
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar