Take a fresh look at your lifestyle.

Presidente do Atlético cita Sul-Americana como 2ª divisão e aponta prioridades do Clube no ano

0

Após eliminação na última terça-feira, o presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, cita Copa Sul-Americana como “2ª divisão da Copa Libertadores”, aponta o time entre os 3 primeiros no Brasileirão antes da Copa do Mundo, e cita as prioridades para o clube no ano.

Logo após o empate e eliminação diante do San Lorenzo, partida em que o Atlético atuou com um time reserva, o presidente conversou com a emissora de TV Fox Sports e fez críticas à competição continental.

“Em primeiro lugar, é o que paga pior, é um torneio que dá muito trabalho de logística, tudo pago pelo clube também. Então, se amanhã, a gente sai com um time lá da Bolívia, é tudo por conta do clube, hotel, enfim, os vôos e etc, e que obviamente também interfere muito na logística do semestre, que está muito apertado com os jogos da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro. Nós temos em mira, obviamente, o Campeonato Brasileiro, como falei no dia da minha posse. É um objetivo, obviamente sim é um objetivo, não é um sonho. Acho que temos totais de chegar lá e vamos enfrentar equipes que vão estar disputando outros campeonatos, né, a Libertadores, a própria Sul-Americana, a Copa do Brasil, podemos estar, podemos não estar, se acontecer uma tragédia lá na quarta-feira que vem, mas vamos continuar nosso caminho em busca do Campeonato Brasileiro, da classificação para a Copa Libertadores”, apontou Sette Câmara à emissora de TV Fox Sports.

O presidente também comentou sobre as vaias que recebeu durante e depois da partida por parte de torcedores do time.

“Esses que estão protestando aí serão os mesmos que vão gritar meu nome quando nós formos campeões e vão dizer que eu estava certo. Como, aliás, já vem acontecendo em algumas situações. Quando lá no início, eu comecei a fazer uma filosofia do bom e barato, comecei a colocar as contas em dia, e hoje o que eu tenho ouvido por aí é que o nosso time está sim muito bem, está jogando bem. Nós apostamos num treinador jovem, que está implantando uma filosofia interessante, e os resultados vão vir em médio e longo prazo. Esses torcedores são imediatistas, a gente entende que a paixão fala mais alto do que a razão, mas estou aqui para fazer um Atlético melhor, eles podem ter certeza que nós não estamos fazendo bobagem, eu tenho que trabalhar pensando com aquela filosofia  de quem administra o clube e quer montar um time bom no presente e melhor ainda no futuro”, disse Sette Câmara, acrescentando também a qualidade do time que, para ele, vai estar entre os 3 primeiros do Campeonato Brasileiro antes da parada para a Copa do Mundo.

“Nós estamos fazendo isso, investindo em jovens atletas, e montando um time muito interessante para esse ano, a despeito da falta de dinheiro, das dificuldades todas que enfrentamos. Eu vejo o nosso time como um time que está em quinto ou sexto hoje no Campeonato Brasileiro e que antes da Copa, com absoluta certeza, ele vai estar entre os três primeiros, dentro da sequência de jogos que nós temos aqui. E com o apoio dessa massa, os jogos que vamos ter com América, Cruzeiro, Fluminense, Ceará e Flamengo, nós podemos fazer uma pontuação muito alta e beliscar alguns jogos fora, o que certamente vai fazer com que a gente chegue na parada da Copa talvez ocupando a primeira, a segunda, no máximo, a terceira posição”, afirmou na entrevista.

Já no dia seguinte, o presidente atleticano, em uma nova entrevista, dessa vez à emissora ESPN, afirmou não ter se arrependido pelas declarações feitas no dia anterior para o canal Fox Sports, citando exemplos de outras equipes e apontando a importância de priorizar determinadas competições no ano.

“Estou muito tranquilo com relação a tudo o que foi dito. Entendo que temos um calendário extremamente apertado, ainda mais com a Copa do Mundo no meio. Você ter uma equipe participando de três campeonatos, obviamente, você tem que priorizar sim um ou dois deles. Quem tentou abraçar os três campeonatos se deu mal. Quem priorizou esse ou aquele campeonato, teve a possibilidade de ser campeão. Vimos isso acontecer com o Corinthians, com o Cruzeiro. Não vimos isso acontecer com o Flamengo, o Botafogo, que participaram de vários campeonatos. Temos que ousar, que acreditar. Infelizmente, essa decisão comporta essas críticas que foram feitas. A imprensa e os torcedores querem ver participar de todos os campeonatos, mas temos um departamento de fisiologia e uma comissão técnica competentes, que senta com a direção do clube, que apresenta seus argumentos e números e possibilidades de contusões e quedas”, explicou o presidente do Atlético Sérgio Sette Câmara para a ESPN.

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Facebook
error: Conteúdo Protegido!