Programa do MTur investirá em nove cidades mineiras

Belo Horizonte, Brumadinho, Diamantina, Ouro Preto, Mariana, Sabará, Congonhas, João del Rey e Tiradentes, essas são as nove cidades de Minas que serão contempladas com ações do Investe Turismo. Essas cidades estão entre as 30 mais estratégicas no Brasil. Em Minas, serão R$ 2,6 milhões investidos em aceleração do desenvolvimento desses destinos, objetivando a geração de empregos e ampliação da qualidade e competitividade dessas rotas.

Dentre as ações planejadas pelo projeto, estão o fortalecimento da governança, marketing e apoio à comercialização através de campanhas, atração de investimentos, apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento e promoção de serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas.

Ao todo, 30 rotas serão beneficiadas, no Norte e no Sul do país, totalizando R$ 200 milhões de investimentos, em 157 municípios.

De acordo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, “Nossa meta do programa é chegar a 2022 com 100 milhões de brasileiros viajando pelo Brasil”. Ele diz também que “O BNDES vai disponibilizar linha para que empresários possam desenvolver esse projeto, gerando emprego e renda”.

“Nossa estratégia é a de estimular cada vez mais o turismo interno, que é tão importante quanto a atração de turistas estrangeiros, para que assim possamos gerar emprego e renda nesses destinos turísticos”, explica o ministro.

O Superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha, justifica que “A proposta é apoiar as iniciativas regionais para o desenvolvimento do turismo e preparar os pequenos negócios mineiros atendidos pelo projeto, tornando-os cada vez mais competitivos”.

A criação de um portfólio, onde serão apresentadas as oportunidades para novos empreendimentos nas 30 rotas selecionadas pelo programa, e uma campanha de marketing que será exclusiva para cada rota, também estão previstas. Além disso, os destinos serão divulgados em feiras, eventos e demais eventos de negócios, onde operadores de turismo e potenciais investidores poderão ter conhecimento das rotas.

“Em Minas Gerais, o programa terá um direcionamento especial para as micro e pequenas empresas, principalmente, em ações de qualificação e capacitação e de estratégias de marketing”, explica Rocha.

Principais pontos turísticos de cada cidade

Em Belo Horizonte, o Mercado Central é um dos principais pontos da cidade. Lá, as pessoas encontram diversos alimentos, artesanato e souvenirs, além de bares e restaurantes informais. Em 2016, o Mercado Central de Belo Horizonte foi eleito pela revista “TAM nas Nuvens” como o terceiro melhor mercado do mundo, ficando atrás apenas de Mercat de la Boqueria, de Barcelona, e o Borough Market, localizado em Londres.

O Mirante Mangabeiras, o Parque das Mangabeiras, a Praça da Liberdade, e Feira Hippie, Memorial Minas Vale, Palácio das Artes, Estádio Mineirão, a Igreja São José, e a Lagoa da Pampulha também são muito visitados.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Mercado Central de Belo Horizonte – Crédito da foto: Reprodução/Turismo de Minas

Em Brumadinho, cidade que, assim como Mariana, ficou muito conhecida pelo rompimento de barragem, existe fortes pontos turísticos, que levam muitos turistas à cidade. O principal deles, é o Inhotim, considerado o maior museu a céu aberto do mundo. Ele é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil. Segundo dados do instituto, até Julho de 2016 foram 2,4 milhões de visitantes. No dia 27 de julho de 2016, obtiveram o recorde de visitação, com 11.229 pessoas em um dia.

Além de Inhotim, também é possível conhecer a Serra da Calçada, a Cachoeira da Ostra, Cacheira de Toca de Cima, Poço Encantado, Ruínas do Forte de Brumadinho, Vila do Piedade do Paraopeba, Igreja Nossa Senhora da Piedade, Igreja Matriz de Brumadinho, e a Fazenda dos Martins.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Instituto Inhotim – Crédito da foto: Marcelo Coelho/Divulgação Instituto Inhotim

Os pontos turísticos naturais são os maiores charmes de Diamantina, como o Parque Estadual do Biribiri, que  fica a apenas 13 km do centro de Diamantina. Criado em 1998, ele é administrado pelo Instituto Estadual de Florestas. Tem uma área de quase 17 mil hectares, com vegetação de cerrado, mata galeria e campos rupestres.

Com ele, estão a Vila de Biribiri, Casa Glória, Casa de Juscelino Kutichschek, Cachoeira dos Cristais, Cachoeira do Telésforo, Cachoeira da Sentinela, Gruta do Salitre, Mercado Municipal (dos Tropeiros) e o Museu do Diamante.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Parque Estadual do Biribiri – Crédito da foto: Reprodução/Mineiros na Estrada

O município de Mariana é a primeira capital de Minas Gerais. Assim como Ouro Preto, sua economia também é baseada no turismo e na mineração.

Na divisa entre as cidades de Mariana e Ouro Preto, se encontra um dos pontos mais altos do município e um importante ponto turístico: o Pico do Itacolomi. Outro ponto turístico se encontra em Passagem de Mariana, que é a Mina da Passagem, maior mina aberta à visitação do mundo.

Além disso, Mariana é palco de inúmeros eventos culturais, que fortalecem a economia local e ajudam a trazer mais visibilidade à cidade, que muitas vezes é conhecida somente pela tragédia do rompimento da Barragem do Fundão, em 2015.

A cidade histórica de Ouro Preto, que já foi chamada de Vila Rica, foi capital de Minas Gerais e atualmente é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO. Ouro Preto é um dos principais destinos turísticos do Brasil, possuindo muitas capelas e igrejas famosas, localizadas em pontos estratégicos.

Deste modo, a economia da cidade é fortemente movimentada pelo turismo e mineração.  Com inúmeros museus e igrejas, um final de semana em Ouro Preto não é o suficiente para conhecer todos os pontos turísticos.

A Praça Tiradentes é o centro de Ouro Preto e abriga o famoso Museu da Inconfidência, que preserva uma parte importante da história do país. Também é possível fazer passeios turísticos naturais pela cidade, como trilhas, cachoeiras, parques e mirantes.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Aniversário de 306 anos de Ouro Preto – Crédito da foto: Maic Costa/Mais Minas

Diferente de Diamantina, os pontos turísticos que prevalecem em Sabará são os igrejas e museus, como a Igreja Nossa Senhora do Ó, a Igreja Nossa Senhora do Carmo, o Museu do Ouro/Casa de Borba Gato, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, a Igreja Imaculada de Nossa Senhora do Rosário, a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, a Igreja de São Francisco, o Chafariz do Kaquende, a rua Dom Pedro II e a Igreja de Nossa Senhora das Mercês.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Igreja Nossa Senhora do Ó, em Sabará – Crédito da foto: Reprodução/Férias Brasil

Os principais pontos de Congonhas estão ligados aos Doze Profetas De Aleijadinho, como o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, Museu de Congonhas, Basílica do Sr Bom Jesus de Matosinhos, Capelas dos Passos da Paixão de Cristo, Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, Parque das Cachoeiras, Igreja de São José, Museu da Imagem e Memória de Congonhas e Igreja Nossa Senhora do Rosário.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Santuário de Bom Jesus do Matosinhos – Crédito da foto: Reprodução/Xapuri Socioambiental

São João del Rei também é muito conhecida por suas igrejas, como a Igreja de São Francisco de Assis, a Paróquia da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja Nossa Senhora das Mercês e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Além das igrejas, tem também o Museu Ferroviário, a Rua das Casas Tortas, o Memorial Tancredo Neves, e o Museu da FEB.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Igreja de São Francisco de Assis – Crédito da foto: Wikipedia

Em Tiradentes, os principais pontos são a Igreja de Santo Antonio, a Serra São José, o Museu de Sat’Ana, a viagem de Maria Fumaça entre Tiradentes e São João del Rei, Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, o Museu da Moto, o Atelier do Arquiteto Sérgio Ramos, o Museu Do Automóvel Da Estrada Real e o Museu do Padre Toledo.

Programa do governo investirá no turismo de nove cidades mineiras
Crédito da foto: Igreja de Santo Antônio em Tiradentes – Crédito da foto: Reprodução/Matraqueando
Comentários do Facebook
COMPARTILHAR