Take a fresh look at your lifestyle.

Em busca das quartas

Flamengo e Cruzeiro iniciam nesta quarta-feira (08) o confronto para decidir quem irá seguir na disputa da Taça Libertadores

Estamos a pouco mais de 24 horas do jogo mais importante do Cruzeiro no ano até então. A Raposa vai até o Rio de Janeiro enfrentar um forte e reformulado Flamengo, que pouco lembra a equipe com que empatamos no primeiro jogo da final da Copa do Brasil 2017, no mesmo Maracanã. O Cruzeiro também mudou. Um pouco menos, é verdade. Nada que elevasse o nível astronomicamente como o rival carioca, mas possui novas peças e bons valores que podem equilibrar o confronto. O que se sabe é que serão 180 minutos de muita emoção, um teste para cardíacos. E quem passar ganhará muita moral para o seguimento da temporada e da Copa Libertadores.

Pensando no equilíbrio do confronto, o Mais Minas resolveu separar alguns fatores que podem ser importantes para as duas equipes numa decisão como esta. Vejamos:

Cruzeiro

Tempo de trabalho e entrosamento

O Cruzeiro é o clube que tem o técnico há mais tempo no comando da equipe entre todos os times da Série A do Brasileirão. Mano Menezes completou recentemente dois anos no comando da equipe celeste. Isso, somado ao fato de o time sofrer apenas alterações pontuais no decorrer desse período — do time considerado titular, apenas três jogadores não faziam parte do elenco no ano passado —, confere ao Cruzeiro um status de entrosamento num degrau acima dos rivais. Os jogadores e técnico se conhecem muito bem e isso facilita as ações, principalmente em momentos decisivos.

Experiência

Apesar de manter um pé atrás com o perfil de contratações, de jogadores mais rodados e experientes, do Cruzeiro para esta temporada, não se pode negar que o elenco celeste tem experiência e “casca” de sobra. Todos os jogadores do time titular cruzeirense já ganharam títulos, sejam eles nacionais ou continentais.

Jogadores decisivos

Outro fator que pode ser muito importante para o Cruzeiro nessas oitavas de Libertadores são os jogadores decisivos, ou com estrela, no elenco. Os meias Thiago Neves e Arrascaeta costumam aparecer sempre nos momentos decisivos, mesmo que não estejam em grande fase. O atacante Raniel também costuma aparecer como um talismã, fazendo gols importantes, principalmente quando vem do banco de reservas.

Fator casa

O Cruzeiro vai decidir o confronto no Mineirão. Para um time que joga com futebol reativo, tática adotada por equipes que gostam de se defender e explorar os contra-ataques, essa vantagem pode ser primordial. Não é fácil fazer gols nas equipes treinadas por Mano Menezes. Por isso sair do Maracanã sem ser vazada pode conferir grande vantagem à equipe mineira. E sabendo disso, o Flamengo terá que atacar, o que pode dar espaços aos contra-ataques celestes, que se bem aproveitados, podem criar o cenário perfeito para o jogo no Mineirão, onde o Cruzeiro é dificilmente batido.

Flamengo

Boa fase

Apesar de sofrer uma queda de rendimento nas últimas partidas, o Flamengo apresenta nesta temporada um futebol que há muito não se via na gávea: com um futebol ofensivo e vistoso, quase um oposto do jogo praticado pelo Cruzeiro. A má notícia para o Flamengo é que seu principal jogador, o meia Lucas Paquetá, está suspenso para a primeira partida das oitavas.

Força do elenco e contratações

O Flamengo é atualmente o time com mais poderio financeiro do país e isso se reflete no elenco e nas contratações dos rubro-negros para a temporada. Jogadores como o goleiro Diego Alves e os meias Diego e Everton Ribeiro encabeçam a lista de estrelas presente na equipe carioca. E, para além dos jogadores que já estavam no time, o Flamengo se reforçou com jogadores de qualidade. Foi o caso do atacante colombiano Fernando Uribe, do volante paraguaio Robert Piris e do ponta Vitinho, recém contratado por 10 milhões de euros junto ao CSKA, da Rússia.

Má fase cruzeirense

Se por um lado o Flamengo vive boa fase, não se pode dizer o mesmo do Cruzeiro. Apesar de não ser nada alarmante, a equipe celeste convive com muitas críticas, desde a baixa qualidade do futebol jogado coletivamente até as más atuações individuais de alguns dos principais atletas do elenco, como as do meia Thiago Neves e do lateral Edilson. A defesa do Cruzeiro também não está mais aquela barreira invencível da primeira metade do ano, no pós-copa o time mineiro sofreu gols em 5 dos últimos 6 jogos. E o ataque vem falhando muito, perdendo inúmeras chances por jogo. Se esses fatores persistirem para a partida de quarta, o Flamengo terá boas chances de sair da partida com um bom resultado. Principalmente jogando diante de sua torcida.

Tabu

Desde que foi reinaugurado em 2013, após as obras para a Copa do Mundo realizada no Brasil, o Maracanã jamais viu uma vitória do Cruzeiro. São onze jogos com sete derrotas e quatro empates. Se depender do retrospecto, será ainda mais difícil para o Cruzeiro sair vitorioso da partida.

Esses são alguns dos fatores que podem ser decisivos na partida de amanhã, que como todo grande jogo, deverá ser decidida nos detalhes. E você, leitor, em quem aposta para largar na frente na principal competição de clubes do continente?

Flamengo e Cruzeiro se enfrentam nesta quarta-feira (08), no Maracanã, às 21h45 pelas oitavas de final da Taça Libertadores da América.

Close