Ministério da Saúde ofertará mais de R$ 100 milhões para cirurgias de reconstrução mamária

por Marcos de Carvalho

O Ministério da Saúde está a cada dia buscando democratizar os acessos na saúde pública do Brasil, o que faz uma diferença enorme na nação devido aos altos custos da saúde privada, que não são todos que têm o acesso. Assim, notícias boas estão crescendo no que se refere ao SUS e à saúde pública, como por exemplo o fornecimento do remédio para a doença AME neste ano.

Ministério da Saúde ofertará mais de R$ 100 milhões para cirurgias de reconstrução mamária
Imagem ilustrativa

Além disso, nessa quinta feira (26), na reunião da Comissão Integradores Tripartite(CIT), decidiu-se a distinção de mais de R$ 100 milhões para a ampliação do acesso aos procedimentos da reconstrução mamária em mulheres submetidas á mastectomia ou para aquelas com indicação de reconstrução mamária, um grande avanço da democracia brasileira.

Enfrentar o câncer de mama não é fácil e uma notícia promulgada pelo Governo Federal, deste âmbito, aliviará o coração de muitas famílias e muitas mulheres. A dignidade feminina é posta em jogo e uma revolução é iniciada, tal fato instrui a confiabilidade do Sistema Único da Saúde do Brasil, almejado por muitos países. O câncer de mama atinge um número grande de mulheres no Brasil e acontece pela multiplicação de células anormais do seio, de modo que gere um tumor. A melhor forma de se prevenir contra a enfermidade é fazendo a mamografia, fato recomendo por muitos especialistas da saúde. Todos os meses de outubro são incentivadas as campanhas de conscientização do Outubro Rosa e, agora, ganha mais uma forte influência com os investimentos promulgados nesta quinta (31).

Mais de 20 mil mulheres aguardam passar pelo procedimento de reconstrução pelo Sistema Único de Saúde e, agora, os investimentos vão em prol da ampliação dos acessos nos hospitais, afim de que os procedimentos para a oncologia sejam melhor flexibilizados e atendidos. O CIT é a reunião de representantes dos estados e municípios em um colegiado que delibera sobre o alcance das estratégias de alcance nacional, por isso foi instaurado o objetivo por tal meio. O secretário da saúde, Helvécio, ressaltou que na reunião também se discutiu um novo momento de construção para melhorias nas estratégias de tratamentos oncológicos, não somente em relação ao câncer de mama.

Vale salientar, que na ocasião, foi anunciado no Ministério da Saúde, uma nova tecnologia em desenvolvimento para a detecção do câncer de colo do útero, sendo produzida no estado de Pernambuco. Neste ano, aparentemente o foco em relação ao câncer será algo que trará muitas notícias boas em relação aos tratamentos. Um grande avanço se constrói para os próximos anos e, além de ser uma resposta ao câncer de mama, a reconstrução também fomenta a entrega técnica e com qualidade cientifica, uma esperança se nasce no Brasil.

Segundo os dados do Ministério da Saúde em relação ao saldo financeiro, também foram discutidos os procedimentos de transposição dos recursos remanescentes de gestões, até o ano de 2018. Ou seja, propõe que os valores sejam direcionados ao auxílio financeiro de entidades privadas sem fins lucrativos, que complementam o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), com o limite máximo de transferência de até R$2 bilhões.

ARTIGOS RELACIONADOS

Logo Preta

Destaques

PARCEIROS